Carbonato de Lítio: 300mg, 450mg, Para que Serve e Efeitos Colaterais!

depressão

Veja como utilizar o medicamento para tratamento do transtorno bipolar:




O que você sabe sobre este medicamento?

Esta é uma medicação que tem como objetivo tratar os chamados episódios maníacos que por ventura possam ocorrer nos transtornos bipolares.

Para que serve:

Indica-se este principalmente para pacientes com transtorno bipolar que apresentam episódios maníacos.

É indicado ainda para a manutenção de pacientes com este transtorno e utilizado como preventivo da mania recorrente, e nas fases depressivas.
carbolitium 300 mg


pr

A hiperatividade psicomotora também pode ser tratada com esta medicação.

Este remédio é indicado ainda para tratar a depressão quando o paciente não apresentou resposta adequada depois de usar os inibidores de recaptação de serotonina ou medicamentos tricíclicos.

Em casos como este a associação desta medicação juntamente a outras acarretará na potencialização da terapia já estabelecida.

Este remédio também é recomendado como medicação adjunta aos antidepressivos no caso de depressão grave e recursiva.

A duração deste tratamento pode variar bastante, pois, cada paciente responde de forma individual.

O médico é quem avaliará este quesito até que se normalizem os sintomas. Em geral este período pode variar de uma até três semanas.

Bula:

  • Ação esperada deste medicamento compreende o controle rápido da crise maníaca em comparação a outros medicamentos. Em média de 5 a 10 dias;
  • Também se espera a total ausência dos efeitos narcóticos ou hipnóticos;
  • Deverá haver o controle deste paciente após a estabilização inicial;
  • Haverá ainda a possibilidade de retorno às atividades e ao cotidiano rapidamente;
  • A medicação não oferece efeitos tóxicos, ou reação de abstinência.





300mg:

As doses da medicação devem ser administradas conforme a quantidade de lítio no sangue e a resposta do paciente.

Nas situações em que são tratados casos agudos de mania devem ser administrados dois comprimidos de 300 mg de oito e oito horas.

Note que não se recomenda a dose única no começo do tratamento, tampouco quando se faz necessária uma dose superior a 1800 mg.

Como já indicado, a ingestão desta medicação exige o controle da litemia, o nível plasmático de lítio no sangue.

Somente através deste controle é que se chega ao nível terapêutico desejado, variando de paciente para paciente.

Quando se estiver na fase de manutenção, as taxas de lítio no sangue podem ser reduzidas, sendo que as doses recomendadas estarão entre 900 e 1350 mg.

o que fazer para não engordar com litio

Aconselha-se, então, 300 mg de três a quatro vezes ao dia, somando 900 a 1200 mg diariamente.

Notar que os pacientes idosos, em geral, respondem bem quando administrado doses inferiores, pois, poderão apresentar toxicidade quando tratados com doses geralmente toleradas pelos demais pacientes.

De acordo com a bula a coleta de amostra de sangue deve ocorrer entre 8 e 12 horas depois da administração da última dose, porém, antes da seguinte.

Efeitos colaterais:

Como todo medicamento este também pode apresentar efeitos adversos.

As principais reações ao tratamento com este são:

  • Tremor involuntário das extremidades do corpo;
  • Sede excessiva;
  • Diminuição dos hormônios da tireoide ou aumento da tireoide;
  • Micção em excesso e eventual perda urinária;
  • Náuseas;
  • Diarreia;

Outras reações também podem ocorrer:



pr
  • Palpitações;
  • Acne e problemas cutâneos;
  • Dispneia;
  • Sensação de distensão abdominal;
  • Sensação de desmaio;
  • Aumento da quantidade de glóbulos brancos no sangue;
  • Ganho de peso.

mecanismo de ação
Então, a medicação engorda?

Há alguns relatos raros de pacientes que tiveram moderado ganho de peso ao realizarem tratamento com este medicamento.

Também é importante ficar atento quanto aos primeiros sinais de intoxicação pela medicação, são eles:

  • Vômitos;
  • Diarreia;
  • Tontura;
  • Fraqueza;
  • Perda da coordenação motora.

À medida que a intoxicação vai piorando, podem surgir outros sintomas como:

  • Zumbido no ouvido;
  • Vertigem;
  • Visão turva;
  • Dificuldade em caminhar;
  • Aumento significativo da quantidade de urina.





Outros sintomas neurológicos importantes também podem surgir:

  • Rigidez dos membros inferiores e superiores;
  • Convulsão;
  • Alteração do tônus muscular e coma.

Contraindicação:

Este remédio está contraindicado aos pacientes com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula.

Também está contraindicado aos pacientes com função renal comprometida e àqueles que fazem tratamento com diuréticos.

Os pacientes submetidos a dietas com baixo teor de sal também não devem fazer uso deste medicamento, pois, a toxicidade do lítio será aumentada.

Mulheres grávidas e lactantes também não devem usar esta medicação.

Preço:

O valor desta medicação pode variar conforme a farmácia.

farmácia popular remédio para transtorno não bipolar
Em média, a caixa com 50 comprimidos pode ser encontrada entre R$17,00 e R$40,00.

Precisamos de receita para comprar?

Sim, este medicamento só é vendido com receita médica.

Uma das vias será retida pelo farmacêutico.

Recomendações:

Como visto este medicamento age protegendo o cérebro, pois, inibe comprovadamente a produção de proteínas que se apresentam em excesso, ao mesmo tempo em que estimula a produção de outras faltantes.

Resumidamente a sua administração devolve o equilíbrio das proteínas cerebrais, que auxiliam no seu bom funcionamento.

Portanto, o remédio age estabilizando os impulsos elétricos do cérebro, regulando o excesso da chamada “descarga neuronal”, processo que pode provocar o descontrole acentuado do humor.

Pode-se dizer também que este é um medicamento neuroprotetor, já que pode estabilizar as membranas dos neurônios, sendo muito eficaz na diminuição do risco de suicídio.

Loading...

O tratamento visa à diminuição do estresse e da tendência agressiva, assim, a ingestão concomitante com demais medicamentos deve ser informada ao seu médico, inclusive os remédios anti-inflamatórios e os chamados naturais.

Enquanto o paciente estiver em tratamento com esta medicação é bom que se diminua a quantidade ingerida de café, chá ou de outras bebidas que contenham cafeína, pois esta é uma substância que pode provocar a perda de água e, nesse caso, os sintomas secundários provocados pelo princípio ativo, poderiam se agravar.

Nunca se automedique, e siga corretamente as instruções médicas.

Dosagem, horários e a duração do tratamento devem ser respeitados.

Qualquer reação adversa deve ser levada ao conhecimento do médico, pois, ajustes das doses ou mesmo a troca da medicação pode ocorrer.

No que tange a descontinuação do tratamento, esta deve ser realizada lentamente.

A retirada da medicação abruptamente poderia levar à recaídas.

O tempo estimado para a retirada da medicação deve ser de aproximadamente três meses.

Deve-se diminuir 25% da dose, em média, por semana.

Para conhecer a fluoxetina, basta: Clicar aqui!

Clique aqui para conhecer a imipramina,25mg, para que serve, bula e contraindicações


Recomendado para você:

Loading...


Política de Privacidade


Alimentação
Receitas
Frases, Mensagens e Imagens
Cachorros e Raças
Emagrece ou Engorda?
Shake
Suplementos
Tattoos
Esportes

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5.00 de 5)
Loading...