Como Saber se Estou Grávida: Sintomas nos Primeiros Dias!



Como Saber se Estou Grávida: os primeiros sintomas, na primeira semana e antes de um mês.

Quando surgem os primeiros sintomas na mulher que se assemelham com os sintomas conhecidamente manifestados pela gravidez (tontura, náuseas, atraso menstrual e instabilidades do humor), a dúvida torna-se inevitável.

Será que apertando a barriga ou tem simpatia para saber da gravidez de forma imediata?

Nesse artigo, iremos discutir alguns métodos que podem te ajudar a saber se está realmente grávida ou não.

Fique atenta aos sintomas

Os sintomas nada mais são do que respostas do seu corpo à alguma alteração de natureza fisiológica e funcional.
Portanto, fique atento aos sintomas que comumente são relatados durante a gravidez: fraqueza, cansaço excessivo, ganho de peso, enjoos, náuseas, vômitos, atraso menstrual, corrimento e enrijecimento das mamas.

Ainda sim, antes de um mês de gravidez (da primeira semana até o fim da terceira aproximadamente) não existem sintomas expressados; portanto, fique atenta à qualquer alteração que ocorra em seu corpo.

Note que alguns sintomas também são comuns a outras doenças, por isso, em caso de dúvida, sempre consulte um médico especialista.

Faça uma autoavaliação

Cabe aqui um ponto bastante importante. Se você pensa que está grávida, deve levar em conta alguns fatores.
Por exemplo, pergunte a si mesma se usou preservativo nas últimas relações sexuais.

O uso de preservativo é extremamente importante pois, além de evitar uma gravidez indesejada, evita a transmissão de DSTs – Doenças Sexualmente Transmissíveis.

Pergunte também a si mesma se você realiza algum outro tipo de método contraceptivo, como DIUs e pílulas anticoncepcionais.

As pílulas foram consumidas corretamente e diariamente?

O DIU está funcionando de maneira adequada?

Pergunte também se você está menstruando normalmente.

Em posse dessas respostas, faça uma auto-avaliação e a partir de então considere ou não a gravidez como uma possibilidade.

Tenho quase certeza que estou grávida, mas como saber?

Se você percebe que o seu corpo sofre alterações com expressão dos sintomas característicos de gravidez e se na sua auto-avaliação algumas respostas reforçam essa possibilidade, então é a hora de realmente tirar a dúvida.



Para isso, existe uma série de métodos e procedimentos realizados capazes de revelar se a gravidez procede ou não.

hcg ciclo regular tpm colica pequeno sangramento

Teste de farmácia: Concordamos que não dá para ficar todo o tempo antes da menstruação vir com essa pulga atrás da orelha, não é mesmo? Então, que tal ir à farmácia comprar um teste de gravidez?

O procedimento é extremamente simples e de fácil manejo. Certamente o uso varia de acordo com o fabricante do teste e todas as especificações e orientações à consumidora devem se fazer claras e presentes.

O aparelho recebe a urina da mulher e mede níveis de um hormônio que é liberado apenas quando há implantação do embrião no útero.

Se houver esse hormônio na urina, os testes em geral mostram risca dupla e indicam positivo para gravidez.
Note que o exame deve ser realizado preferencialmente após o atraso da menstruação, e não antes do atraso menstrual. 

Isso porque o corpo demora um tempo para produzir hormônios a níveis detectáveis pelo procedimento.

Os testes em geral não conseguem distinguir a gravidez simples da gravidez de gêmeos, o que se torna possível posteriormente através de exames do pré-natal.

– Teste laboratorial : Também mede o nível do hormônio, mas através de um exame clínico de análise de sangue.

– Teste de gravidez online : São feitos com base em um questionário; não são de todo confiáveis.

– Teste de gravidez caseiro : Se colocássemos todas as receitas aqui, não haveria páginas suficientes para descrevê-las. A mais conhecida recomenda misturar a urina da mulher com água sanitária: se houver mudança da coloração da solução ou borbulhamento, a mulher está possivelmente grávida.

Clique aqui agora e veja como funciona a Fertilização in Vitro – FIV