Anemia Falciforme: Diagnóstico, Alimentação e se Tem cura!

anemia falciforme como ocorre

Veja o diagnóstico dos traços de Anemia Falciforme. Pode virar leucemia? Tem cura pela alimentação?

O que é

Anemia falciforme, mais facilmente encontrada em descendentes africanos é uma doença do sangue, hereditária e também genética.
Entre outras substâncias o sangue se compõe das células vermelhas denominadas hemácias, redondas e carregadas de hemoglobina, pigmento que produz a coloração vermelha do nosso sangue.
A hemoglobina juntamente com o ferro são os responsáveis por transportarem oxigênio para que os órgãos do corpo funcionem adequadamente.
Pois bem, a anemia, doença que diminui a hemoglobina do sangue, muitas vezes por carência de ferro, vai prejudicar essa oxigenação trazendo muitos problemas.
No caso de anemia falciforme além da falta de oxigenação, as hemácias não têm a forma arredondada, e sim forma de foice ou meia-lua, por isso o nome: falciforme.
Essas células modificadas perderam a sua condição elástica e não conseguem mais passar facilmente pelas veias, causando entupimento e também dores, principalmente dores ósseas.

Não se deve, porém, fazer confusão com outra doença do sangue, a talassemia, doença também caracterizada por desordem genética, mas que resulta da deficiência na produção de globina em relação à quantidade.

eletroforese  leucemia pode provocar anemia  predominante em negros  deformação das hemoglobinas

pr

Como é a sua transmissão?

Como já vimos esta é uma doença hereditária, mas também muito comum.

A sua transmissão se dá através dos genes dos pais, através do óvulo e espermatozoide.

São os genes que definem em nós, a cor dos cabelos, cor da pele, cor dos olhos, nossa altura, estrutura física… Enfim, exatamente como acontece com a hemoglobina.

Mas, para ter a doença o indivíduo deve receber do pai e também da mãe os genes com mutação genética. A chamada hemoglobina S.

Se apena um dos pais tiver o gene mutante, o filho apresentará o chamado traços de falciforme, mas a doença não vai se manifestar.

Porém, o seu gene será passado ao seu filho.

Sintomas

Os principais sintomas desta doença são:

• Dores ósseas;

• Dores articulares;

• Muita fadiga;

• Icterícia (a cor amarelada na pele);

• Feridas principalmente nas pernas;

• Atraso de crescimento;

• Infecções de todos os tipos;

• Cálculos biliares;

• Além de complicações cardiovasculares, neurológicas, renais e pulmonares.

anemia do mediterrâneo anemia crônica defeito genético priapismo

Tratamento

Infelizmente o tratamento é pautado somente no acompanhamento médico e não tem cura.

Quem é acometido pela doença deve seguir as recomendações médicas para que os níveis de oxigenação se mantenham adequados e as dores controladas.

Os cuidados com possíveis infecções também devem ser redobrados, pois são através de infecções generalizadas que se obtêm os casos de morte.

Então, a doença pode matar?

Em decorrência de infecções, sim.





É importante também se manter hidratado para que as hemácias não evidenciem ainda mais a forma de meia-lua.

Quem tem a anemia falciforme precisará de transfusões sanguíneas durante a vida, além de tratamento medicamentoso.

A alimentação também tem o seu papel no fortalecimento do organismo como também em relação ao metabolismo, muito acelerado nos portadores da doença, portanto, um acompanhamento nutricional é indicado.

Alimentos ricos em carboidratos, principalmente os integrais, são bem-vindos, além, claro, das vitaminas e minerais encontrados em alimentos proteicos. Folhas verdes, principalmente as de cor mais escura, como o brócolis devem fazer parte do cardápio.

Veja os artigos online em pdf sobre esta doença.

A anemia falciforme não pode virar leucemia.

Clique aqui agora para ver o como pega, tratamento caseiro e remédio da Bronquite