Bulldog: Alemão, Americano, Campeiro, Francês e Inglês!



Veja tudo sobre o filhote de Bulldog alemão, americano, campeiro, francês, inglês e preço.

Introdução

Quando falamos apenas a palavra Bulldog, parece que o termo está incompleto.

A pergunta natural que se faz é: de qual tipo de Bulldog estamos falando?

Pensando nisso, resolvemos escrever um artigo para expôr os tipos de Bulldogs, mostrando um pouco sobre suas características físicas e temperamento.

Concentraremos o esforço no detalhamento das raças Inglês, Francês, Alemão e Americano.

Apesar de semelhantes, existem algumas características que os diferenciam, como por exemplo os grupos de classificação canina aos quais pertencem.

O tipo Francês e o tipo Inglês pertencem a um mesmo grupo de classificação: o grupo dos cães que não praticam esportes.

Dividem o conjunto dos não esportistas com uma série de raças bastante famosas e queridas pelo público, como Dálmata, Shih tzu, Shar Pei, Chow Chow, Boston Terrier, Lhasa Apso e Bichon Frisé.

O tipo Americano pertence a um grupo bastante particular da classificação canina: no grupo, estão as raças que não são reconhecidas pelos órgãos internacionais competentes. Seu único companheiro de grupo é o American Pit Bull Terrier.

O tipo Alemão não se enquadra em nenhum grupo de classificação canina por um motivo muito simples: ele não existe mais. O animal tornou-se extinto, muito provavelmente porque foram realizados uma série de cruzamentos dessa raça com outras. Essas sucessivas trocas de material genético acabaram diluindo as características típicas do tipo Alemão.

Origem

É muito difícil detalhar a origem dessas raças. Vamos por partes: um ponto curioso é tentar explicar o nome Bulldog, que é comum a todas essas raças.

O cachorro passou por um processo de domesticação a partir do momento em que o homem percebeu que poderia ser auxiliado por esse animal em diversas situações.

O convívio do homem com o cão fez com que este se tornasse extremamente popular entre todas as camadas da sociedade.

Em meados do século 13, paralelo ao crescimento da popularidade dos cães, crescia também a popularidade de um evento: lutas de cães contra cães e lutas de cães contra uma grande diversidade de animais selvagens como cavalos, ursos, leões (acredite se quiser) e touros.

soltam gases pelos por toda-casa delicadeza nao e de colo sao destruidores e agitado sao visados para roubo coprofagia problemas de pele

Funcionava assim: sob algumas condições, você levava o seu cão até a arena e ele duelava com o animal selvagem.

Se julgassem que o animal teve uma performance satisfatória (resistiu aos golpes, atacou o outro animal de forma agressiva), o dono era premiado e acaba ficando conhecido por esse feito.

Objetivando reconhecimento e premiações, os criadores de cães, sobretudo europeus, começaram a tentar criar cães mortíferos, agressivos e muito resistentes à dor.

Uma série de cruzamentos foi realizado para unir essas características em animais bons para combate. O resultado foi o surgimento do Bulldog.

Bull significa touro, e dog cachorro, na tradução da língua inglesa. Pode-se inferir do nome que os Bulldogs são os cães que atacam os touros.



O tipo Inglês surgiu na Inglaterra, por meio dos cruzamentos citados acima.

Seguindo essa linha de raciocínio, diríamos que o tipo Francês surgiu na França. No entanto, a forma do tipo Francês como conhecemos hoje não foi originada só na França.

O tipo Francês é descendente do tipo Inglês e, portanto, a Inglaterra contribuiu para o surgimento da raça.
O animal passou por algumas transformações por ter sido submetido a alguns cruzamentos na França, mas foi nos Estados Unidos que a variedade francesa tomou a forma mais parecida com a forma atual: os americanos deram ao cão as orelhas eretas.

O tipo Alemão é descendente de uma raça também já extinta, Barenbeisser. Cães da raça Barenbeisser eram utilizados nos eventos de Bear-baiting, lutas de cães contra ursos.

Carecem algumas informações sobre a origem do tipo Americano. O local é determinado: Estados Unidos da América.

late pouco latido estranho xixi fora do lugar teimosos nao sao muito apegados roncam muito baba sao chatos-para comer problemas na pele

Características físicas dos Bulldogs

Em geral possuem características semelhantes.

Americano: o peso do macho dessa variedade está entre 30 quilos e 58 quilos; o peso da fêmea é menor, variando de 27 a 41 quilos. Para a altura, o macho é levemente maior, tendo entre 50 e 71 centímetros e a fêmea, entre 50 e 61 centímetros.

Alemão: carecem informações sobre o peso, mas a altura estimada é de 40 a 70 centímetros.

Inglês: macho e fêmea tem aproximadamente a mesma altura, entre 30 e 38 centímetros. O peso varia, sendo o macho levemente mais pesado. O peso está entre 23 e 25 quilos.

Francês: o peso aproximado para macho e fêmea é de 8 a 14 quilos.

Temperamento

Com a proibição das lutas de cães, as características de agilidade, agressividade e resistência ao sofrimento tornaram-se irrelevantes.

Dessa forma, os cruzamentos realizados com essas raças acabaram diluindo o lado agressivo e ressaltando a beleza estética.

São cães em sua maioria dóceis, apegados ao dono e brincalhões, apesar de um pouco preguiçosos. Não são muito amigáveis com outros cães e animais domésticos, mas adoram pessoas estranhas.

Mais características das raças

Em relação ao preço: note que não há como estimar um preço do tipo Alemão (em extinção) e do tipo Americano (não reconhecido oficialmente).

Para o tipo Inglês, a faixa de preço é de 3000 reais até 6000 reais. Para a variedade francesa, a faixa de preço é ainda maior: varia de 3000 reais e pode chegar até 12000 reais.

São animais que em geral apresentam problemas de saúde, sobretudo respiratórios e dermatológicos. Isso significa que se o cão por si só já é caro na aquisição, os gastos tendem a crescer com as frequentes visitas ao médico veterinário.

As raças possuem algumas diferenças, mas muitas semelhanças. Antes de optar por uma das 3 possíveis, pesquise e se informe mais sobre as particularidades e os cuidados especiais que cada uma dessas raças demanda.

Clique aqui agora para ver o filhote do Bulldog Francês preto e doação

diminuidor