Fungos nas Unhas: Causas, Sintomas, Tipos e Como Acabar!

unha verde micose

Veja como tratar as onicomicose nas extremidade das mãos e dos pés:

Introdução:

A micose de unha é ocasionada pela presença de fungos nas unhas dos pés ou das mãos, ou em ambas e é uma infecção denominada onicomicose bastante comum sobretudo entre adultos e idosos.

Esta doença não costuma trazer grandes riscos para a vida das pessoas, no entanto, causa dor e desconforto, podendo até mesmo causar danos emocionais, interferindo na qualidade de vida das mesmas.

Tipos:

Atualmente já foram diagnosticados 6 tipos diferentes de micoses nas unhas, que são:

  • Onicomicose superficial branca: neste caso, há o aparecimento de manchas brancas sobre a superfície da unha, iniciando-se próximo a cutícula estendendo-se em direção a ponta. Bastante comum em crianças.
  • Onicomicose subungueal lateral distal: a infecção ocorre na ponta da unha, em especial no dedão do pé. É o tipo mais comum.
  • Onicomicose subungueal proximal: a infecção inicia-se próxima a cutícula da unha e vai avançando para a sua ponta. Bastante comum em pacientes com HIV.
  • Onicomicose por Candida: a Candida é um fungo que ocasiona dois tipos de micose a paroníquia e a oníquia. A paroquínia é o nome oficial do famoso “unheiro”, bastante comum nas mãos de pessoas que mexem muito com água, tais como lavadeiras, cozinheiras. Já a oníquia é a forma mais agressiva da infecção na qual até o formato da unha é comprometido.
  • Onicomicose Endonyx: a infecção ocasiona a descoloração da unha próxima a cutícula.
  • Onicomicose distrófica total: é a forma evolutiva das micoses anteriores, na qual ocorre a total destruição da unha pelos fungos.

formula generico do remedio micose de unha que esta passando na tv preço drogasil droga raia



Existem casos no qual uma mesma pessoa tenha 2 ou mais tipos de micose.

Causas:

As onicomicoses são ocasionadas por fungos. Os fungos por sua vez são divididos em bolores e leveduras.

As micoses desenvolvidas nas unhas dos dedos dos pés, são originadas por bolores dermatófitos, tais como o Trichophyton rubrum. Já as micoses desenvolvidas nos dedos das mãos, são originadas por leveduras denominadas Candida.


Para que estes microrganismos se desenvolvem é necessário a presença de um ambiente quente e úmido, por este motivo, a incidência de fungos é maior nos pés do que nas mãos.

Além disso, existem alguns fatores de risco, ou seja, fatores que propiciam o aparecimento da micose nas unhas, são eles:

  • Diabetes;
  • HIV;
  • Pessoas idosas;
  • Histórico familiar;
  • Problemas circulatórios, em especial, nos membros inferiores;
  • Psoríase.

Como se pega:

Em sua grande maioria os fungos são adquiridos no próprio ambiente, de preferência quentes e úmidos, tais como: banheiros, vestiários, piscinas.

Sintomas:

Os sintomas causados pela micose são simplesmente as alterações das unhas. Entretanto, em casos mais graves elas poderão tornar-se doloridas.

Os sinais apresentados pelas unhas contaminadas por fungos são os seguintes:

  • Unhas frágeis e quebradiças;
  • Unha opaca, sem brilho;
  • Unha mais espessa do que o normal;
  • Distorções no formato habitual da unha;
  • Descolamento da unha;
  • Escurecimento da unha.

Nas mãos:

A onicomicose nas mãos é adquirida quando a pessoa faz uso de materiais de manicure compartilhados não esterilizados, ou então quando a pessoa trabalha muito em contato com a água, tais como, cozinheiras e lavadeiras.


As unhas das mãos quando estão contaminadas por fungos:

  • Tornam-se irregulares;
  • Tornam-se escuras ou brancas;
  • Ficam opacas, ou seja, sem brilho;
  • Descamam-se com facilidade;
  • Dificultam a aderência dos esmaltes.

A micose deverá ser diagnosticada por um dermatologista e tratada com os medicamentos adequados até a sua cura.



Nos pés:

A micose nos pés geralmente se origina quando a pessoa anda descalço em banheiros ou piscinas públicas, ou então quanto utiliza sapatos muito apertados.

Como acabar:

O tratamento geralmente é realizado através de ingestão de medicamentos por um período mínimo de 6 meses, acompanhado ou não da utilização de cremes ou sprays, dependendo da gravidade da infecção.

Em alguns casos, o tratamento da onicomicose deverá ser realizado por um podólogo, através de uma cirurgia para a retirada da unha.

bicarbonato na unha inflamada

Qual o melhor medicamento:

Os principais antifúngicos via oral disponíveis no mercado atualmente são:

  • Terbinafina;
  • Iltraconazol;
  • Griseofulvina;
  • Fluconazol.

Os dois primeiros são mais novos e possuem um poder de cura mais elevado quando comparado com os dois últimos que são medicamentos mais antigos e tradicionais para o combate a micose.



Existem ainda outros medicamentos que podem ser utilizados como complemento ao tratamento que são:

  • Loceryl: loção;
  • Micolamina: creme;
  • Lakesia: spray:
  • Fungirox: Esmalte.

O grande problema do tratamento de micoses nas unhas é que ele não é rápido, e isto se deve ao fato de que o crescimento da unha é lento. Sendo assim, o tratamento de uma micose nas mãos costuma demorar até 6 meses enquanto que o tratamento de uma micose no pé pode chegar até 12 meses.

Caseiro:

Você também poderá fazer uso de medicamentos caseiros para tratar a micose nas unhas. Em especial poderá usar dois, que são: o óleo de copaíba e a água oxigenada. Veja a seguir um pouco sobre estes ambos.

micose na virilha

Óleo de copaíba:

Possui propriedades antiinflamatórias, antifúngicas, cicatrizantes e emolientes e seu óleo pode ser facilmente adquirido em farmácias de manipulação. Para curar a unha, deve-se aplicar este óleo ao menos 3 vezes ao dia.

Água oxigenada:

Possui propriedade antisséptica, por este motivo também é bastante eficaz no tratamento da onicomicose. Para curar a unha, deve-se mergulhar os pés ou mãos em uma bacia contendo água oxigenada a 3% e água, por no mínimo meia hora.

Vinagre de maçã com bicarbonato de sódio:

A união destes dois ingredientes inibe o crescimento dos fungos, com isso, a unha tornar-se forte e saudável novamente.


É importante lembrar que, os medicamentos caseiros costumam apresentar resultados mais lentos. Sendo assim o melhor é procurar um médico dermatologista que prescreverá o tratamento ideal para o seu caso e se necessário, complemente o tratamento com estas receitas caseiras.

Como evitar:






Como mencionado anteriormente, o tratamento da micose da unha costuma ser demorado, deste modo é melhor prevenir do que remediar.


Confira abaixo algumas dicas que o ajudarão a ficar longe do ataque por estes microrganismos.

  • Evite roer unhas;
  • Secar bem as unhas após o banho;
  • Evite utilizar sapatos muito apertados;
  • Utilize de preferência sapatos abertos;
  • Prefira as meias de algodão;
  • Jamais partilhe materiais de manicure;
  • Profissionais que utilizam as mãos, tais como manicure, massagista, esteticista, procure sempre trabalhar utilizando luvas a fim de não contaminar o cliente;
  • Evite o açúcar ao máximo, pois os fungos o adoram;
  • Prefira gorduras saudáveis como óleo de coco, azeite de oliva extra-virgem e manteiga ghee.

No caso da onicomicose, a máxima prevenir é sempre o melhor medicamento se aplica perfeitamente.

Veja aqui sobre os outro tipos de fungos, clicando–>>https://emagrecer.eco.br/saude/fungos/

Veja aqui agora sobre fungos na pele, tipos, as enfermidades causadas e como tratar!



[relfake id="6"]
Loading...


Política de Privacidade
Sobre Nós e Contacto
Isenção de Responsabilidade Médica e Termo de Uso do Site


Alimentação
Receitas
Frases, Mensagens e Imagens
Cachorros e Raças
Emagrece ou Engorda?
Shake
Suplementos
Tattoos
Esportes