Anticoncepcional: como tomar, os que não engordam, nomes dos mais usados

o que e como tomar selene yasmin iumi yaz melhores

Conheça mais sobre eles, como funcionam, qual melhor marca e tipo recomendado para você, injeção, comprimido, adesivo, chip e muito mais

O que é?

Métodos anticoncepcionais ou contraceptivos são formas de impedir a gravidez, evitando que haja o encontro dos espermatozoides com o óvulo – a fecundação. Eles estão disponíveis para os sexos masculino (vasectomia, por exemplo) e feminino (pílulas, DIU, injeções, chip, etc).

Não há um método que se possa dizer que é o melhor para todas as pessoas. A escolha da melhor utilização é sempre muito individual e deve ser escolhida a partir das características de cada método que se adequam a cada pessoa. Um médico pode ajudar bastante nesse caso, avaliando os efeitos colaterais de cada um e se a pessoa possui alguma condição médica que a desaconselhe um deles. Também pode ser indicada a combinação de mais de um: por exemplo, a pílula contraceptiva junto com a camisinha masculina.

nomes que nao engordam preco ciclo mensal


pr

Injeção:

Uma das opções de método contraceptivo feminino é a injeção. Entre as suas diversas características, as principais são listadas abaixo:

  • Frequência de uso: são algumas opções, mas em geral a aplicação deve ser mensal ou trimestral, sendo feita na região dos glúteos.
  • Como usar: a primeira aplicação deve ser feita no primeiro dia do ciclo menstrual – se necessário, pode ser adiado até, no máximo, o oitavo dia. As doses posteriores devem ser feitos exatamente trinta dias (ou noventa, dependendo da opção) depois, com três dias de tolerância.
  • Vantagens: a grande vantagem é poder ser aplicada num prazo maior que o comprimido, por exemplo. Além disso, provoca alívio da menstruação, melhora a anemia, reduz o risco de associações com endometriose e de câncer do endométrio, entre outros.
  • Desvantagens: há alguns possíveis efeitos colaterais, como acne, dor de cabeça, vertigens.
  • Quem usa: é indicada especialmente para as mulheres que não querem ou não podem usar estrogênio (normalmente o presente em outros métodos). A base da injeção é progestágeno, outro hormônio.
  • Eficácia: 99,4% a 99,9% para a mensal e 99,7% na trimestral.

Adesivo:

Outra opção é a dos adesivos transdérmicos, também conhecidos nome comercial Evra ou como patch contraceptivo. É uma opção também hormonal, que libera estrogênio e progesterona.

  • Frequência de uso: os adesivos devem ser colocados na pele uma vez por semana.
  • Como usar: por na pele de preferência no primeiro dia do ciclo menstrual. A cada sete dias, retirar o adesivo e substituir por outro novo, durante o período de 3 semanas. Após isso, deve ser feita uma pausa de uma semana – a mulher continua protegida contra a gravidez. É importante lembrar o dia da semana com exatidão para efetuar a troca. Alguns ginecologistas sugerem, por exemplo, marcar o início do tratamento para o primeiro domingo após o ciclo menstrual, mesmo que não seja exatamente o primeiro dia do ciclo. Em geral se aplica na coxa, abdômen, parte externa do braço, tronco ou nádegas – claro, sempre limpando antes. Pode ser usado durante todo tipo de atividade (banho, exercício, praia, etc).
  • Vantagens: em comparação com outros métodos, possui poucos efeitos colaterais.
  • Desvantagens: se começar a utilizar depois do primeiro dia do ciclo menstrual, o adesivo só começa a fazer efeito a partir do sétimo dia de uso. Existe também o risco de descolamento do patch, que acontece em cerca de 3% dos casos (raro).
  • Eficácia: se aplicado corretamente, 99,7%.

Comprimidos:

Uma das opções mais famosas é a dos comprimidos que, assim como os métodos anteriores, também é hormonal. Existem vários tipos de pílula, que combinam quantidades e hormônios diferentes.



pr
  • Frequência de uso: diário, com pausas a depender do tipo da pílula e do tratamento. Normalmente o período indicado é de 21 a 24 dias, com um intervalo de 3 a 7 dias posterior. Para saber corretamente como funciona, deve ser vista a bula de cada fabricante. Outra opção é a de uso contínuo, em que não há intervalos – a não ser que o ginecologista recomende.
  • Como usar: para o uso correto, deve haver ingestão do medicamento todo dia no mesmo horário, ou no máximo até 12h depois.
  • Vantagens: regulariza o ciclo menstrual, reduz acne, controla o fluxo e as cólicas, entre outros.
  • Desvantagens: no primeiro mês é mais seguro utilizar outro método contraceptivo concomitantemente. Alguns remédios, como antibióticos ou alguns problemas como diarreia ou vômito também podem acontecer. Outra dificuldade é a sua frequência, diária.
  • Eficácia: quando o tratamento é feito do modo certo, cerca de 99,8%.
Loading...

Como tomar:

A forma de medida contraceptiva é de escolha própria de cada paciente. No caso da escolha da pílula, deve-se ter alguns cuidados específicos, especialmente com o horário.

  • Pílula de uso contínuo: deve ser ingerida uma por dia, acompanhada por água, sempre no mesmo horário, independente de ter tido algum relacionamento sexual ou não. O tratamento pode ser prejudicado se houver esquecimento. Caso acabe pulando um dia, consultar a bula do medicamento para ver a melhor medida; ou, se necessário, um médico.

Selene, Yasmin, Iumi, Yaz, qual o melhor?

Existem diversas marcas e nomes comerciais de comprimidos no mercado. Elas variam de acordo com a quantidade hormonal em cada uma, com a frequência de utilização, entre outros. Algumas das principais marcas são descritas abaixo:

  • Selene: tem 0,035mg de etinilestradiol (tipo de estrogênio), e ciproterona, que se assemelha à progesterona. Indicada para quem sofre com acne, ovários policísticos e muitos pelos. Seu uso é de 21 dias com 7 dias de intervalo.
  • Yasmin: 3mg de drospirerona e 0,03 de etinilestradiol. Recomendada para quem tem acne, retenção de líquido por fatores hormonais e seborréia. Seu uso é igualmente de 21 dias com 7 dias de intervalo.

  • Iumi: possui baixa dose, 0,02mg de etinilestradiol e 3mg de drospirerona. Pela presença da drospirerona, auxilia a evitar o inchaço e o acúmulo de líquidos. Cartelas com 24 comprimidos com pausa de 4 dias entre elas.
  • Yaz: possui a mesma ação e a mesma fórmula que o Iumi, inclusive com a mesma frequência de uso.

Com essas amostras, o que deve ser dito é que a melhor pílula deve ser escolhidas de forma individual. Mulheres que estão amamentando, por exemplo, devem priorizar as que contêm progesterona, uma vez que não devem tomar estrógeno. Outros motivos que influenciam a escolha são desejo ou não de menstruar, presença de inchaço, nível das cólicas, que engordam ou que não engordam, entre outros. O ginecologista é quem saberá indicar a melhor marca, caso comprimidos sejam a escolha.

chip injecao comprimidos adesivo masculino mensal nomes

Preço:

Como são diversos métodos, os preços variam muito. Mesmo dentro dos comprimidos, com tantas marcas, há opções que variam de cerca de R$10,00 até R$70,00. O adesivo custa aproximadamente R$25,00 e a injeção R$70,00.

Confira tudo sobre saúde feminina, melhores tratamentos, dicas e tudo mais, clique aqui!

Clique aqui agora para conhecer o calendário menstrual, o que é, como funciona, benefícios e desvantagens dos aplicativos



Recomendado para você:

Loading...


Política de Privacidade


Alimentação
Receitas
Frases, Mensagens e Imagens
Cachorros e Raças
Emagrece ou Engorda?
Shake
Suplementos
Tattoos
Esportes

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5.00 de 5)
Loading...