Tripofobia: o que é, fotos e imagens na pele, na mão, no pé e cuidados

o que e imagens e fotos na mao remedio caseiro

Saiba tudo sobre este problema, se ele realmente existe, como é feito o teste, os sintomas, como se pega e se tem cura

O que é?

Esse é um transtorno psicológico no qual há medo irracional ou repulsa por imagens ou objetos que contenham ou criem padrões de buracos ou saliências.

Exemplos de figuras que causam essa condição são favos de mel, bolhas de sabão e sementes de lótus.

  • Etimologia: a origem da palavra vem do grego, significando literalmente “medo de buracos”.

cuidados teste pele sintomas como se pega


pr

  • Estudos científicos: alguns expoentes comunidades médica e científica, como associações de psiquiatria, contestam que de fato esta seja uma doença ou uma fobia real. O argumento contrário é o de que quase todo mundo possui aversão a buracos em tecidos vivos. Há diversas teorias sobre o porquê da doença. Uma das principais argumenta que essa repulsa seria parte do processo evolutivo do ser humano para se adaptar e evitar doenças, uma vez que essas imagens são similares a cobras ou vermes (como o causador do calcanhar de maracujá no pé) que podem causar mal ao entrar no corpo humano. Ainda assim, alguns estudos recentes afirmam que a fobia é real e que provoca sintomas capazes de afetar a maneira de vida de quem sofre com isso. Sendo assim, o tema é ainda objeto de debate, sem haver uma posição inconteste.
  • Diagnóstico: o diagnóstico deve ser feito por meio de análise psicológica ou por um médico psiquiatra. Não deve ser feito e tomado como definitivo um diagnóstico caseiro ou baseado apenas em testes – embora estes deem um bom indício da existência ou não da condição.

Sintomas:

Os sintomas contêm um fundo psicológico, ligados basicamente a questões de ansiedade. E estes são divididos a seguir em quadros mais comuns e quadros mais graves:

  • Quadro comum: as pessoas que sofrem dessa condição de medo sentem-se incomodadas a ponto de passar a ter coceira, enjoo, formigamento, tremores, nojo, repulsa no contato e na visualização dessas imagens.
  • Quadro grave: possivelmente também pode sofrer com ataques de pânico em casos extremos, em função da ansiedade a que é exposta.

Loading...

É importante ressaltar que somente através de um tratamento psicológico adequado o diagnóstico pode ser feito. Não é só porque se sofre de alguns desses sintomas que necessariamente se tem a doença.

Como dito anteriormente, uma das hipóteses é a de que em algum grau todo ser humano se incomode um pouco com esse tipo de padrões que remetem a doenças.

Tem cura?

Assim como qualquer fobia, o caminho é o tratamento com terapias psicológicas e medicamentos, se for o caso. Como é causada por ansiedade, aos poucos a psicoterapia pode ser capaz de livrar a pessoa dessa condição.

Como é o teste?

No teste são mostrados uma série de imagens com padrões de buracos e saliências. Envolvem imagens de alta definição de folhas de lótus, morangos e até mesmo de pessoas com buracos pelo corpo editados no computador. São fotos normalmente em alta definição, para que sejam melhor visível.



Caso quem esteja fazendo o teste se sinta profundamente incomodada e apresente algum dos sintomas relatados acima, então é tripofóbico (o médico é quem vai dizer de acordo com os testes).

Uma precaução que se deve ter é, se há indícios de realmente ter essa fobia, olhar as imagens tendo ciência de que pode ser acometida por um dos sintomas, como enjoo ou sensação de pânico. Se iniciar o teste e começar a passar mal, é indicado não prosseguir, a fim de evitar maiores problemas.

Ainda assim o teste não é considerado um diagnóstico definitivo. Este só deve ser dado por um profissional, que pode ser um médico psiquiatra.



pr

Imagens e fotos:

As imagens e fotos que causam os sintomas desta fobia são os expostos acima.

A existência de buracos padronizados ou saliências causam pavor em quem sofre dessa condição. Os sintomas aparecem mais comumente quando as imagens são de pequenos buracos na pele ou em seres vivos de uma forma geral.

Acredita-se, igualmente, que os sintomas aparecem de forma mais intensa quando as imagens e fotos remetem a sensação de que estão relacionadas com uma doença ou com a presença de um parasita. Padrões geométricos que remetem a essas enfermidades tendem a causar mais aversão – daí a teoria de que isto faz parte do processo evolutivo do ser humano.

Algumas das imagens que podem causá-la são:

  • Favos de mel;
  • Morangos;
  • Sementes de lótus;
  • Folhas com buracos padronizados;
  • Imagens editadas em computador que se assemelham a condições de doenças na pele com saliências em relevo.





Como se pega:

Uma doença que se pega de outros seres, também conhecida como contagiosa, é transmissível por contato direto ou indireto com indivíduos infectados. Vírus e bactérias, por exemplo, podem transmiti-las. Esse não é, porém, o caso da tripofobia.

A doença a qual tem sido exposta aqui não é transmissível, não passa de uma pessoa para outra. Ela tem um fundo psicológico, particular de cada ser. Sua base são ataques de ansiedade e repulsa a ver, por exemplo, doenças que contenham padrões de buracos ou saliências na mão e na pele.

Como tratar?

pele como tratar caseiro fotos o que e na mao no pe
Ainda que se conteste a existência real desta fobia, existem tratamentos disponíveis. Eles podem incluir medicamentos ou terapias, abaixo seguem alguns exemplos:

  • Terapia: na terapia ou na psicoterapia normalmente é onde são expostos ao paciente de forma gradual esse tipo de imagem. A terapia de exposição é considerado o método mais eficaz contra a tripofobia. Sua atuação é no controle do medo, tentando fazer com que a reação da pessoa seja alterada. No entanto, isso deve ser feito com alguns cuidados. Somente um profissional sabe realizá-la. Caso contrário, há o risco do efeito reverso: piorar ainda mais o quadro e torná-lo mais grave. O terapeuta também pode usar técnicas de diálogo e relaxamento, que devem auxiliar na diminuição do desconforto.
  • Medicamentos: beta bloqueadores e antidepressivos podem ser utilizados, dependendo da condição e do nível que sofre o paciente. Somente um médico psiquiatra pode decidir se é o caso de emprego de remédio.
  • Técnicas de combate à ansiedade: outras técnicas de combate à ansiedade também são auxiliares. É o caso da prática de exercícios físicos, de yoga, de meditação e de similares.

Clique aqui e veja muitas outras doenças, seus sintomas, como se pega, como tratar, se tem cura e muitas outras informações importantes!



Recomendado para você:

Loading...


Política de Privacidade


Alimentação
Receitas
Frases, Mensagens e Imagens
Cachorros e Raças
Emagrece ou Engorda?
Shake
Suplementos
Tattoos
Esportes

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5.00 de 5)
Loading...