Flatulência: O que é, Significado, Sintomas e Como Tratar!

excesso de gases pode ser alguma doença

Veja a origem, quais alimentos provocam e como controlar os gases intestinais:




Com acontecimentos inesperados ou não, as chamadas flatulências dizem muito sobre a saúde. Elas no entanto, são a manifestação da atual situação do organismo.

Embora sejam muitas vezes inconvenientes e ainda em determinadas situações proporcionar o constrangimento social, essas flatulências conseguem demonstrar claramente se o corpo do indivíduo está doente ou normal.

O que é:

São efetivamente os gases que são emitidos através do corpo humano. O significado popularmente conhecido é o pum, flatos ou até mesmo os arrotos, são resultados geralmente da absorção de ar ou ainda da produção própria do fluido das bactérias responsáveis por fermentar os alimentos no processo da digestão.

Em média, o ser humano exclui de 14 até 23 gases no dia. E embora não apresentam problemas à saúde, eles provocam desconforto e as vezes dor.

gases intestinais exagerada excessiva noturna


pr

Elas são classificadas em 2 categorias conforme a origem. Desse modo, os sintomas são comumente muito característicos para cada uma. São elas:

  • No intestino (gases) – São ventosidades no ânus que produzem ou não sons ou cheiro fétido. Normalmente são acometidos de maneira involuntária, porém em virtude da existência da esfíncter anal (é uma estrutura circular muscular responsável por controlar a amplitude anal), na maior parte das vezes consegue-se controlar a saída.
  • Estomacais – São os populares arrotos cujo som é bem característico e expelido por meio da boca.

Sintomas:

O acumulo demasiado de gases dentro do organismo pode ocasionar muitos desconfortos. Todos os sintomas possui variação conforme a quantia e também com a sensibilidade em cada pessoa.

Os sintomas mais comuns que indicam a presença dos gases do intestino são:

  • Dores abdominais (se manifesta geralmente com pontadas);
  • Inchaço no abdômen;
  • Barriga estufada e endurecida;
  • Prisão do ventre;
  • Cólicas intestinais;
  • Alterações no humor;
  • Dor de cabeça;
  • Dores nas costas;
  • Sensação de mal estar.

Os sintomas mais comuns que indicam a presença dos gases estomacais são:

  • Desconforto do gástrico;
  • Falta de apetite;
  • Sensação do estômago pesado;
  • Azia;
  • Sensação da falta do ar;
  • Fisgada/pontadas na região do peito que muitas vezes quando se manifesta de forma aguda pode ser facilmente confundida com as dores cardíacas.

Alimentos que causam:

Os alimentos que provocam a flatulência são os que contém grande concentração de carboidratos que favorecem a criação dos gases dentro do intestino causando desconforto na região da barriga e inchaço.

Alguns, entretanto, podem estimular mais do que outros. Dessa forma, ao identificar os alimentos causadores dos gases no organismo é preciso excluir um ou alguns tipos de cada vez para analisar os que de fato fazem a diferença.

O efeito promovido pelos alimentos no organismo tendem a variar para cada pessoa. Todavia, para cada caso diferente, os tipos aumentam rapidamente a produção dos gases. São exemplos dos que elevam a produção dos gases as fibras e os carboidratos os quais fermentam ao longo do processo digestivo e também as proteínas e gorduras cuja a digestão é mais lenta.

Os principais estimuladores dos flatos são:



pr
  • Abacate, banana ouro ou nanica, ameixa, caju, caqui, manga, jabuticaba, melancia, jaca, melão, uva, morango;
  • Alcachofra, acelga, aspargos;
  • Batata (principalmente a doce), brócolis, beterraba;
  • Carnes (principalmente a do porco);
  • Cebola, couve das Bruxelas, cenoura cozida, couve-flor, ervilha, couve do tipo manteiga, espinafre;
  • Feijão, o grão de bico, a lentilha, a mandioca;
  • Mariscos, o milho, o nabo;
  • Ovos;
  • Pepinos, pimentões, rabanetes, repolhos;
  • Trigos e os derivados;
  • Frios e os embutidos;
  • Sorbitol, o álcool do açúcar;
  • Condimentos;
  • Frituras e sopas industrializadas;
  • Chocolate e afins;
  • Cerveja preta;
  • Chá mate e café;
  • Leite e seu derivados;
  • Bebidas que contém gás;

gases fedidos e barriga inchada
A existência de enxofre em determinados alimentos não eleva diretamente a eliminação dos gases, porém, é a causa do cheiro ruim. São os seguintes:

  • Alho, camarão, bacalhau, carne, feijão, couve, gérmen do trigo, ovo, mexilhões, lentilha, peixe, soja e o repolho.

O que é bom para combater:

O suco do agrião e o suco da cenoura são excelentes para minimizar os flatos, desde que fiquem muito concentrados.

Suco do agrião:

Ele possui propriedades altamente digestivas e ajuda a regular todo o funcionamento intestinal e consequentemente eliminar os restos dos alimentos cujo causam os gases.

Como preparar – Centrifugar 1 molho do agrião e ingerir o suco em seguida. Não é recomendado adoçar e nem acrescentar água. Embora a quantidade de suco que saia seja pequena, é o suficiente para combater os flatos e minimizar o acumulo de gases naturalmente.

Suco da cenoura:

A cenoura possui uma enorme concentração de fibras e de carboidratos que não estimulam a produção dos flatos.

Como preparar – Centrifugar 1 cenoura grande e ingerir o sumo concentrado cerca de 30 minutos anteriormente ao almoço. Outra opção é comer a cenoura crua mastigando-a bem.

Além dessas alternativas, para propiciar melhora no funcionamento do intestino e evitar a formação dos gases, é primordial ingerir muita água ao longo do dia.

Ademais, é necessário também praticar exercícios físicos regularmente, fazer o consumo dos alimentos fartos de fibras, consumir as frutas juntamente com a casca e ainda evitar todos os alimentos que acarretam os gases.

Loading...

Remédios:

Se mesmo ao manter uma dieta equilibrada os sintomas forem intensos, há medicamentos que não exigem a apresentação da receita para comprá-lo, mas é sempre importantíssimo conversar com seu médico a respeito. No entanto, as opções mais usuais são:

  • Luftal (Dimeticona);
  • Simeticona;
  • Carvão ativado vegetal;
  • 48 Almeida Prado;
  • Funchicol e Funchicórea;
  • Gotas preciosas;
  • Finocarbo;
  • Colimil;
  • Beano e Salicilato de bismuto.

chá para diminuir como evitar

Na gravidez, os gases são mais frequentes devido à redução da movimentação do intestino.

Para tanto, qualquer remédio para combater os flatos nessa situação, deve ser administrados sob exclusiva orientação do médico.

De fato este problema de gases não oferece riscos à saúde. Porém, se for observado o exagero e inconstância, bem se estiver ocasionando constrangimentos no dia a dia, é fundamental investigar se não existem doenças correlacionadas.

Ainda que esses remédios possam ser comercializados sem receita, não é aconselhado a automedicação pois todo e qualquer tipo pode causar efeitos negativos ao ser humano.

Somente o profissional da área da saúde está apto a avaliar e identificar o tipo de medicamento bem como a dosagem e a duração ideal do tratamento para cada pessoa.

Salienta-se que, os gases intestinais e estomacais incentivam a dor e são potencializados pelo consumo dos alimentos de origem artificial ou também dos alimentos processados.

Além disso, a mastigação incorreta faz com que aumente a ingestão do ar no decorrer das refeições ou até mesmo doenças como a prisão do ventre e a colite. Elas provocam alterações na flora intestinal e promove o aumento da fermentação bacteriana no intestino.

Fique atento a alimentação e a mastigação para evitar assim sofrer com este problema.

Para conhecer tudo sobre doenças, sintomas e tratamento: Veja bem aqui

Saiba o que é a Tripofobia, seus sintomas, se tem cura, como é o teste, além de ver fotos e imagens, clique aqui!


Recomendado para você:

Loading...


Política de Privacidade


Alimentação
Receitas
Frases, Mensagens e Imagens
Cachorros e Raças
Emagrece ou Engorda?
Shake
Suplementos
Tattoos
Esportes

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5.00 de 5)
Loading...