Mosquito da Dengue: Como Identificar as Características!

incha como fica na pele

Veja como caracterizar o pernilongo vetor desta enfermidade:

A dengue é uma das preocupações atuais de toda a sociedade. Ela pode ser propagada por dois tipos de mosquitos, o mais famoso; o Aedes aegypti e também o Aedes albopictus.

Essa doença oferece muitos transtornos e desconfortos para quem a contrai. No entanto, em muitas situações pode levar até a morte.

Vale ressaltar que, a dengue não é transmitida pelo contato e sim pela picada do mosquito que detém do vírus.

Geralmente eles picam ao longo do dia e também da noite, diferentemente do mosquito mais comum que pica somente à noite.

Os transmissores da doença, especialmente o Aedes aegypti, se proliferam dentro e/ou próximo à habitações com casas, hotéis, apartamentos, dentre outros, basta existirem recipientes que acumulem água parada e apenas uma tampinha é capaz de ser criadouro de vários mosquitos.
fui picado o que fazer


pr

Como ele é :

O Aedes Aegypti é o principal transmissor e popularmente chamado de mosquito da dengue. Ele pode transmitir diversas doenças perigosas como a dengue, a febre amarela e ainda a Chikungunya, por exemplo.

É primordial frisar que a febre Chikungunya é transmitida pelo Zika vírus e pode provocar a microcefalia quando acontece em gestantes.

Características do mosquito:

  • Esse mosquito, tem preferência pelas áreas urbanas cujo clima é tropical e/ou subtropical. Portanto, eles não conseguem sobreviver nas regiões mais frias;
  • Ele possui um tamanho pequeno medindo cerca de 0,5 cm de comprimento. Além disso, a sua cor é preta com vários listras brancas no dorso, nas pernas e também na cabeça;
  • O seu ruído é muito baixo e na maioria imperceptível aos ouvidos humanos;
  • O macho se alimenta das frutas e/ou outros tipos de vegetais mais adocicados. Entretanto, a fêmea se alimenta do sangue animal especialmente do ser humano. No momento em que a fêmea se alimenta do sangue, se contaminada, ela transmite o vírus da doença para a pessoa picada. A picada é indolor, pois a fêmea aplica uma espécie de substancia anestésica;
  • Comumente, as fêmeas picam o ser humano no início do dia ou também no fim da tarde. As áreas de preferência são os pés, os tornozelos e também pernas. Uma explicação para isso é que esse mosquito costuma voar sob uma altura máxima ½ metro a partir do solo;
  • A fêmea coloca os seus ovos nos locais que possuem água parada seja limpa ou ainda um pouco suja. Dessa forma, é importantíssimo não manter objetos com qualquer quantia de água parada principalmente dentro da casa ou então no quintal;
  • As larvas apresentam cor branca logo quando nascem e se tornam negras após algumas horas;

O Aedes aegypti pode ser encontrado em diversas regiões da América do Sul como o Brasil, por exemplo e também da África.

No Brasil no entanto, há incidências de muitos casos da doença relacionada à picada desse mosquito.

Forma de transmissão :

O ciclo de transmissão é o seguinte:

A fêmea pica uma pessoa já infectada, retém o vírus na sua saliva e depois o retransmite ao picar uma pessoa isenta do vírus (saudável).

Uma vez que o mosquito absorve o vírus da dengue, ele permanece pelo resto da vida com o mesmo.

Destaca-se que, não há risco de transmissão através do contato físico de pessoa para pessoa, com suas secreções de um doente para uma pessoa saudável nem por compartilhamento de fontes de água ou de alimento.



pr

Os sintomas mais comuns da dengue são a febre alta, as erupções cutâneas e ainda as dores musculares e/ou articulares.

Nos casos com maior gravidade pode ocorrer hemorragia de forma intensa e ainda o choque hemorrágico.

Foto ou desenho :

Na internet é possível buscar por fotos do inseto para poder ver melhor como ele é.

Lembrando que ele é preto com listras brancas nas pernas e na cabeça.

Nome e origem :

O mosquito Aedes aegypti é originário da região do Egito (África) e se espalhou para as áreas mais tropicais e subtropicais de todo o planeta desde o século XVI.

Isso ocorreu através dos navios que traficavam vários escravos. Esse fato, foi cientificamente descrito inicialmente no ano 762, porém, o nome definitivo como Aedes aegypti se estabeleceu somente no ano de 1818.
tipos de pernilongo
No território brasileiro, os primeiros casos surgiram no século XIX na cidade de Curitiba – PR e logo depois no início do século XX na cidade de Niterói – RJ.

Nesse século, o mosquito já era considerado um grande problema, porém, não por causa da dengue e sim pela transmissão descontrolada da febre amarela.

Larva e como combater a mesma :

As larvas do mosquito se desenvolvem nos recipientes com água parada, preferencialmente limpa, mas também pouco suja. Na fase a qual ocorre o acasalamento, as fêmeas necessitam de mais sangue que garantem o crescimento dos ovos e nesse momento ocorre a propagação da dengue.

Os ovos tem a capacidade de sobreviver até meses aguardando a chegada da água para propiciar a incubação dos mesmos.

No entanto, uma vez imersos na água, os ovos começam a desenvolver de maneira acelerada em larvas e assim, originam às pupas para surgir o adulto.

A única forma possível de prevenir a transmissão dessa doença, é a exterminação do mosquito transmissor.

Desse modo, é essencial combater e eliminar todos os focos com acúmulo de água parada, nos locais mais propícios à proliferação do Aedes aegypti.

O tempo que a larva precisa para se desenvolver até sair voando para iniciar o processo de transmissão é de 7 dias.

Loading...

Dicas para eliminar as larvas do mosquito:

O cloro, é um potente produto que ajuda a exterminar as larvas do mosquito da dengue, pois assim que elas entram em contato com ele, elas morrem.

Assim, ao identificar a existência de larvas na residência e/ou no local de trabalho, é importante realizar a limpeza imediatamente.

É primordial lembrar que, o cloro não deve e não pode ser utilizado nos locais de armazenamento da água que seja para o consumo de pessoas ou animais. Nestes locais entretanto, precisa ser limpo, desinfetado e trocar a água periodicamente.

Como fazer:

  • Para cada 200 l deve-se adicionar 400mL do cloro em tonéis e/ou barris;
  • Nos vasos sanitários que não são utilizados todos os dias e nos ralos, colocar 1 colher do tipo de sopa do cloro;
  • Já nos reservatórios com água dos vasos sanitários cujo também não são usados com muita frequência, o ideal é colocar 2 colheres do tipo de sopa do cloro;
  • Antes de efetuar a limpeza de caixa d’água, deve-se pôr o cloro de acordo com a proporção para os barris e deixar até que as larvas morram. Após isso, pode proceder com a continuação da limpeza e da desinfecção.

Contudo, o mosquito é totalmente inteligente e muito ágil, portanto, é preciso atentar-se à prevenção e combate do mesmo.

Vale lembrar que, a caixa d’água quando destampada e/ou furada é considerada um dos principais ambientes para o desenvolvimento das larvas e consequentemente da transmissão da dengue.

Para conhecer tudo sobre a dengue: Clique aqui


Recomendado para você:

Loading...


Política de Privacidade


Alimentação
Receitas
Frases, Mensagens e Imagens
Cachorros e Raças
Emagrece ou Engorda?
Shake
Suplementos
Tattoos
Esportes

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos ainda, vote!)
Loading...