Dieta Alcalina: O que é, Alimentos Permitidos e Cardápios!

ph dos alimentos

Veja como funciona o plano alimentar no qual os nutrientes ácidos são consumidos em quantidades bem reduzidas:

Você já deve ter ouvido falar de, pelo menos, uns dez tipos diferentes de dieta, cada uma prometendo uma vantagem.

Tem aquelas que prometem emagrecimento rápido, aquelas que prometem baixar colesterol, aquelas que são feitas com pontuação, as de proteína, as low-carb, entre muitas outras. Majoritariamente, as dietas servem para melhorar o hábito alimentar de quem recorre à elas, com o intuito de aumentar a qualidade de vida das pessoas.

É leviano afirmar que uma é mais efetiva que a outra. Cada organismo reage à mudança alimentar de uma maneira, tendo alguns casos em que o objetivo é alcançado mais rápido e outros, onde os resultados demoram um pouco mais para serem vistos. De qualquer forma, é importante entender que as dietas servem para tornar a rotina de alimentação mais saudável, independentemente de qual é o interesse da pessoa que faz.

Por isso, fuja daquelas dietas malucas, que insistem que passar fome é o caminho mais rápido para o emagrecimento. Aquelas outras, de se alimentar só de uma fruta em todas as refeições, também são abomináveis.

menu semanal


pr

Não adianta nada perder peso e se descobrir doente no final. Dê preferências às que pregam mudanças de hábitos alimentares, passando a ingerir mais comida saudável.

Existem muitas dietas que pregam justamente isso. Conhecer seu corpo e os efeitos que o alimento causa nele, vai fazer com que você entenda de que modo a dieta é favorável ao seu organismo.

Por exemplo, você sabia que nós temos um pH perfeito e que determinados alimentos podem alterá-lo?

Pois é!! A alimentação correta pode fazer com que o nosso corpo esteja completamente harmonioso, melhorando o funcionamento e, por consequência, alcançando os objetivos de perda de peso.

A alimentação alcalina, como é conhecida, é baseada em um plano alimentar que diminui a quantidade de ingestão de alimentos ácidos e dá preferência aos itens alcalinos. Isso porque o nosso corpo produz, naturalmente, substâncias ácidas e que, quando unidas à mais acidez advinda dos alimentos, pode prejudicar o metabolismo. Balanceando essa equação com esses alimentos, a oxigenação das células aumenta e a nutrição delas passa a gerar melhor resultado. Ou seja, emagrece.

Quando o organismo está com o pH baixo, portanto ácido, ele tentará o equilíbrio de qualquer maneira, sugando dos poucos nutrientes alcalinos, o que pode gerar deficiências nutricionais. Para evitar isso, é indicada a dieta de alimentos alcalinos.

Ela não é restritiva, não impede que se coma nada, ao contrário. O que os praticantes dessa dieta pregam, é o equilíbrio entre os elementos. Os especialistas indicam que a perfeição é alcançada quando há um consumo de 60% de alimentos alcalinos e 40% de alimentos ácidos.


O que é:

Ela consiste em aumentar a ingestão de alimentos alcalinos, de modo a balancear com a quantidade de acidez presente no organismo. Esses alimentos são os legumes frescos, frutas e fontes vegetais (desde que não processadas). Com isso, é possível proteger as células saudáveis, as estimulando, e equilibrar os níveis de minerais no corpo.

A dieta baseada nos alimentos alcalinos tem benefícios que vão além do emagrecimento. O incentivo à ingestão de comida mais saudável (e crua), ajuda a prevenir a formação de placas nos vasos sanguíneos, impede o acúmulo de cálcio na urina, portanto diminuindo o risco de pedras nos rins, melhora a absorção do cálcio nos ossos e reduz a perda ou fraqueza muscular.

Alguns especialistas acreditam que essa dieta também colabora na prevenção do câncer, considerando que o organismo alcalino aumenta a resistência das células saudáveis. Não há comprovações científicas em nenhum livro que correlacionem a dieta alcalina com a diminuição do aparecimento do câncer, porém é inegável que uma alimentação saudável deixa o corpo menos suscetível ao aparecimento de doenças.

Para que serve:

Basicamente, quem mantém o nosso organismo equilibrado em relação ao pH é o rim. Quando o sangue está mais ácido que o necessário, ele coloca os eletrólitos em ação, de modo a equilibrar esse pH. Os eletrólitos podem ser de cálcio, magnésio e potássio, e são as substâncias alcalinas que balancearão a acidez interna.

lista pronta

Normalmente esses eletrólitos são repostos a partir da alimentação saudável mas, infelizmente, a rotina alimentar da população mundial não tem estado boa a ponto de permitir isso.

O correto é que a proporção entre as substâncias ingeridas seja equilibrada, mas não é o que tem acontecido. Hoje, se consome três vezes mais sódio que potássio, o que gera acidez no organismo. E não só isso. A falta de alimentos ricos em magnésio, potássio, antioxidantes, fibras e vitaminas, causam acidose metabólica, que significa que o organismo é majoritariamente mais ácido do que alcalino.

Essa falta de nutrientes essenciais, causa uma perda significativa das funções do corpo (mesmo à longo prazo), acelerando o envelhecimento, perda de massa muscular e descalcificação. Isso acontece porque a acidez retira os minerais do organismo, deixando-o cada vez mais frágil. Por isso é importante investir em uma alimentação mais saudável.

Benefícios:

Se alimentar com itens alcalinos traz vários benefícios à saúde do praticante da dieta. A começar dos alimentos em si. O aumento do consumo de frutas e vegetais, que são ricos em antioxidantes, traz melhoras significativas no funcionamento do organismo, diminuindo o envelhecimento celular e absorvendo mais nutrientes, vitaminas e minerais.

Além disso, a mudança dos hábitos alimentares pode auxiliar no emagrecimento, considerando que você estará fazendo o consumo de itens naturais e eliminando o consumo de alimentos industrializados, que são cheios de sódio e gorduras trans. Alimentos alcalinos auxiliam na saúde óssea, diminuindo a descalcificação, e reduz a retenção de líquidos, evitando a assim o inchaço.



pr

Alimentos:

Para seguir a dieta alcalina, você deverá dar mais ênfase nas frutas e vegetais, aumentando o espaço que eles têm em sua rotina alimentar. Dê preferência para consumir o máximo possível deles crus, pois o cozimento pode eliminar os minerais alcalinizantes.

Dentro do mundo dos vegetais, também há proteínas. Coma mais amêndoas, que são sementes que fazem muito bem para o funcionamento do organismo. Para acompanhar, invista nos sucos verdes, e bebidas com clorofila.

Cardápio:

Como já foi dito, a dieta alcalina não restringe o consumo de nenhum alimento, apenas desestimula. Você não está impedido de comer aquele cheeseburger delicioso, mas evite fazê-lo sempre. Os industrializados apresentam taxas altas de acidez e sódio, que fazem com que o corpo reaja de maneira negativa, à curto e longo prazo.

Não é nem um pouco difícil se alimentar de maneira saudável, dando ênfase aos itens que citamos. O maior segredo é criar um cardápio variado, aproveitando a quantidade de alimentos disponíveis. Você vai encontrar comida de todo o tipo, em todos os grupos alimentares. Logo perceberá que está dando preferência à esses itens sem nem perceber.

Conheça os alimentos alcalinos que você pode começar a consumir já!

cardapio cancer

Use à vontade:

  • Salsa;
  • Coentro;
  • Pepino;
  • Sal mineral;
  • Algas marinhas;
  • Couve manteiga;
  • Erva de trigo.

Com moderação:

  • Gengibre;
  • Soja;
  • Tomate;
  • Repolho;
  • Brócolis;
  • Aipo;
  • Beterraba;
  • Abacate.

Use de vez em quando:

  • Cenoura;
  • Lentilha;
  • Ervilha;
  • Repolho roxo;
  • Limão;
  • Azeite de oliva extra-virgem;
  • Berinjela.

Já te ajudamos com os alimentos que podem ser consumidos, a fim de melhorar o equilíbrio do pH do seu corpo. Agora, conheça os alimentos que você deve evitar, por aumentarem a acidez e desequilibrarem o funcionamento do organismo.

Tente não comer:

Geleias, sorvete, cogumelo, carne vermelha, bebidas alcoólicas, chocolate (mesmo os com alta concentração de cacau), alimentos industrializados (todos, sem exceção), café, refrigerantes (mesmo os diet, por apresentar muito sódio), açúcar, adoçantes, batata, mostarda, mel, ovos, peixes, vinagre, queijo, mariscos, frutas secas, amendoim e pistache.
cancer livro

Receitas:

É possível criar uma infinidade de cardápios com as opções saudáveis de alimentos alcalinos. Daremos três opções simples de seguir, que você achará extremamente saborosas.

Não se preocupe com a quantidade, se é muito ou pouco. Apenas tente evitar os itens menos alcalinos, mas não restrinja nada. Lembre-se: essa é a dieta do equilíbrio!

Opção 1:

  • Café da manhã – que tal uma bela tigela de granola com morangos picadinhos? Você pode acompanhar com bebida de arroz, que substitui o leite e pode ser bastante saboroso.
  • Lanche da manhã – experimente um chá feito de salsinha. Você irá se surpreender ao ver quão bom é fazer um chá de verdade, não se rendendo aos saquinhos prontos. Acompanhe com torradas de fibras.
  • Almoço – salada, salada, salada! Coma bastante salada de pepino, com cenoura e pimentões. O colorido é lindo e fará seu organismo trabalhar como um reloginho. Tempere com azeite e suco de limão. Experimente comer um tofu recheado com quinoa. É delicioso! Para a sobremesa, coma um pedaço suculento de abacate.
  • Lanche da tarde – outro chá (indicamos o de gengibre, que é uma maravilha) com pão de fibras.
  • Jantar – um peixinho vai bem. Opte pelos menos gordurosos, como a pescada. Cozinhe no vapor, junto com batatas e brócolis temperados com azeite e limão. De sobremesa, coma um pedaço gostoso de melancia.
Loading...

Opção 2:

  • Café da manhã – Invista no suco verde, que pode ser feito batendo maçã, pepino, folha de couve e gengibre. Evite guardar para outra refeição. Esses alimentos perdem as propriedades, caso não sejam consumidos assim que são preparados. Você também pode comer uma banana amassada, com farelo de aveia. Se quiser adoçar com mel, tudo bem. Mas lembre-se de não colocar muito.
  • Lanche da manhã – Chá verde. É delicioso e pode ser tomado quente ou frio. Coma algumas castanhas, evitando aquelas que vêm em saquinhos. Ou seja, sem sal.
  • Almoço – Encha o prato com salada de folhas verdes. Pode colocar alface, couve crua, rúcula e acelga. Tempere com azeite e suco de limão. O grão de bico também é seu amigo. Pode comer à vontade, se quiser. Vamos de frango, dessa vez? Experimente desfiá-lo e misturar com a salada. É diferente e o gosto é incrível.
  • Lanche da tarde – Bata suco de soja com alguma fruta e linhaça (também pode ser chia ou outra fibra que prefira).
  • Jantar – Salada de novo! Acompanhe com algum legume recheado, pode ser abobrinha ou berinjela, você escolhe. Faça um recheio bem gostoso de atum light, com alho e salsão. Coloque por 10 minutinhos no forno e aprecie sem moderação.

Opção 3:

  • Café da manhã – Faça um suco daqueles que animam qualquer um! Experimente bater maçã ou pera com água de coco. Para melhorar, coloque uma folha de couve e um pouquinho de hortelã. Se quiser, coma uma torrada integral com geleia de frutas (lembre-se que as compradas prontas não valem).
  • Lanche da manhã – Chá verde é sempre uma excelente opção. Se preferir, faça uma sala de frutas. Coloque maçã, pera, banana, kiwi, abacaxi e ameixa. Melhor ainda é colocar linhaça ou chia nessa salada.
  • Almoço – Salada verde, com um filézinho de salmão. Pode acompanhar com um purê de batatas, inhame ou cenoura.
  • Lanche da tarde – lembra das sementes? Pois coma elas. Experimente as de girassol e abóbora, sem sal.
  • Jantar – As sopas são excelentes opções na dieta alcalina. Faça um caldo verde, com mandioquinha, couve e brócolis, temperado com bastante cebola. O azeite extra-virgem de oliva dá um toque especial.

Para conhecer sobre as outras dietas e cardápios: Veja bem aqui

Clique aqui agora para conhecer a dieta do abacaxi, o que é, benefícios, cardápio e receitas



Recomendado para você:

Loading...


Política de Privacidade


Alimentação
Receitas
Frases, Mensagens e Imagens
Cachorros e Raças
Emagrece ou Engorda?
Shake
Suplementos
Tattoos
Esportes

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5.00 de 5)
Loading...