TPM: Significado, Tratamento, Alimentação e Manutenção!






Veja significado, tratamento, alimentação, manutenção, quanto tempo dura e sintomas da TPM.

Motivo de piada, principalmente entre os homens, a TPM é um período dentro do ciclo menstrual feminino que segundo o Ministério da Saúde acomete mais de 70% das mulheres brasileiras.

A Tensão Pré-Menstrual (TPM) ou Síndrome Pré-Menstrual (SPM) pode ser definida como sendo um conjunto de sensações que ocorrem no corpo feminino aproximadamente 10 dias antes do início de seu ciclo menstrual.

Quanto tempo dura a TPM

O ciclo menstrual feminino dura em média, 28 dias, e durante este período o corpo da mulher sofre uma série de alterações em preparação ao recebimento de um bebê.




No período de ovulação, que correspondem aos primeiros 14 dias do ciclo, os níveis do hormônio estrógeno, hormônio este que auxilia no controle do bem estar, são elevados. Sendo assim, na primeira metade do ciclo menstrual, a mulher quase não sente alterações em seu corpo.

Nos 14 dias seguintes, ocorre a produção de progesterona e diminuição de estrógeno, e se essa queda for muito acentuada a mulher sofrerá significativas alterações em seu corpo, dentre elas: ansiedade, dores nos seios, alterações de humor, entre outras.

E por fim, após esses 14 dias, ocorre a descamação e eliminação do endométrio (parede que recobre o útero) através da menstruação. E nesta fase ocorre mais uma vez uma alteração hormonal: a queda dos níveis tanto da progesterona quanto do estrógeno. Em algumas mulheres, durante a menstruação, os sintomas são ainda mais severos.

Sintomas

Os sintomas mais comuns sentidos e relatados pelas mulheres são:

• Ansiedade;

• Tensão;

• Dificuldade para dormir;

• Irritabilidade;

depois da menstruação  quando começa quando termina

• Alterações de humor;

• Desatenção, fazendo a mulher derrubar coisas e bater em objetos;

• Compulsão por doces ou salgados;

• Desejos de comer comidas diferentes ou guloseimas;

• Dores de cabeça;

• Raiva sem razão;

• Sentimentos perturbadores;

• Diminuição da concentração;

• Lapsos de memória;

• Baixa autoestima;

• Sentimentos violentos;

• Aumento de peso (por conta da retenção de líquido);

• Inchaço abdominal;




• Inchaço e sensibilidade nas mamas;

• Inchaço nas extremidades do corpo, como mãos e pés;

Entre os sintomas menos comuns de TPM estão:

• Hábitos intestinais alterados;

• Frequência em urinar aumentada;

• Sudorese fria;

quantos dias dura menstruação vai descer enjoo colica menstrual

• Incluindo cólicas ou dores generalizadas;

• Náuseas;

• Acne;

• Reações alérgicas;

• Infecções do trato respiratório.

Diagnóstico e Tratamento

Se os sintomas forem muito severos e comprometer a vida profissional e pessoal da mulher, recomenda-se a busca de auxílio médico.

Os médicos especialistas para o diagnóstico e tratamento da TPM são os endocrinologistas e os ginecologistas.

Como não há exames capazes de detectar a TPM, o seu diagnóstico é realizado através do histórico médico da paciente e informações sobre o seu ciclo menstrual, muitas delas obtidas pelas respostas às seguintes perguntas:





• Quais são os seus sintomas?

• Em que dias elas são mais acentuados?

• Você faz uso de anticoncepcional? Qual?

Alguns anticoncepcionais auxiliam na minimização dos sintomas da TPM, uma vez que mantém sempre elevados os níveis de estrógenos.

Outros medicamentos comumente receitados para amenizar os sintomas da TPM são: Assert, Duphaston e Fluoxetina.

No entanto vale ressaltar que somente um médico saberá indicar o medicamento adequado bem como a dosagem ideal.

Jamais se automedique.





Aprendendo a conviver

A adoção de hábitos saudáveis fará com os sintomas da TPM não sejam muito severos. Dentre estes hábitos, pode-se citar:

• Prática de atividade física, no mínimo, 3 vezes por semana;

• Adoção de uma dieta equilibrada;

• Redução do consumo de cafeína, álcool, sal e chocolate;

• Não fumar;

• Suplementação de cálcio, ômega 3 e vitamina B6, desde que sob orientação médica.

Atualmente muitas são as formas de tratamento e manutenção da TPM, sendo assim as mulheres só continuarão a sofrer os sintomas da TPM, caso queiram.

Clique aqui agora para ver mais informações sobre a Saúde Feminina.

Recomendado para você:






Política de Privacidade