Ressonância Magnética: Para que Serve, Como funciona e Preço!

ressonância magnética

Veja para que serve, como funciona e preço da Ressonância Magnética com contraste da cabeça.

Ressonância magnética é o mais moderno e preciso exame para diagnósticos através de imagem.
O exame fornece imagens de altíssima definição de estruturas e órgãos internos do nosso corpo.
Este aparelho consegue com que o médico visualize imagens tão nítidas que permitem detectar anormalidades com muito mais precisão comprado a outras técnicas de exames.
Como funciona este procedimento?
O aparelho de ressonância magnética consiste em um grande tubo ou túnel capaz de produzir um forte campo magnético, através de imã. Assim, o corpo humano será mapeado internamente, através da disposição de moléculas de água existentes em nossos tecidos.
Nesse processo são as ondas de rádio, capazes de atravessar a região do corpo examinada, que serão enviadas para um computador que avaliará os dados transformando-os em imagem; assim toda lesão existente em qualquer dos órgãos ou tecidos será detectada.

Como a ressonância magnética utiliza os ímãs, o seu médico deverá ser avisado caso você tenha algum implante devido a cirurgias: stents, clipes, pinos, válvulas cardíacas, placas, grampos ou parafusos.

Remover os objetos de metal do corpo também é necessário, como piercings ou joias.

Para que serve

A ressonância magnética serve para criar precisas imagens de órgãos ou tecidos afetados que apresentam anomalias, tumores ou outra condição que justifique a precisão do exame e consequentemente seu diagnóstico.

ressonância pélvica com contraste preço endometriose pélvica dói detecta o que preparo

pr

Uma ressonância da coluna, por exemplo, vai gerar nítidas imagens incluindo as vértebras, medula espinhal, além das cavidades entre as vértebras por onde passam os nervos.

A ressonância também pode avaliar com precisão casos de fratura do crânio, hematomas intracerebrais, tumores e doenças como a meningite.

Outra situação comum é a ressonância magnética para avaliação do joelho.

O exame pode detectar e avaliar a estrutura óssea, tecidos cartilaginosos, tendões e músculos.

Alguns exames de ressonância podem, eventualmente, usar o contraste para maior precisão na imagem.

Nesse caso o contraste é injetado de modo intravenoso, na corrente sanguínea.

Em alguns casos pode acontecer o surgimento de alguma reação alérgica, portanto, se você tem histórico de reação alérgica, informe seu médico.

O uso de contraste é muito comum em casos de exames da região pélvica, tanto em homens como em mulheres.

Este exame, com contraste pelve, poderá detectar casos de lesões ou traumas, nódulos, tumores e muitas outras anomalias que causam desconforto ou impedimentos como a infertilidade.

tempo duração com sedação quanto demora entra o corpo todo jejum detecta o que

Riscos

A ressonância magnética não utiliza radiação, portanto, são poucos os efeitos colaterais. Um dos problemas, já citado, é a chance de reação alérgica devido ao uso de corante para contraste.

Outro incômodo é em relação a pacientes claustrofóbicos.

Podendo o paciente se sentir desconfortável na hora do exame, porém, é possível o médico prescrever um ansiolítico, caso necessário.

Marcapasso ou outro tipo de implante deve ser mencionado.

Há tipos de marcapasso que podem ser reprogramados, mas outros não.

Nesse caso outra modalidade de exame deve ser indicada.





Procedimentos

Para alguns exames é preciso que o paciente esvazie a bexiga ou intestino; pode também ser necessário fazer jejum por algumas horas; mulheres podem ter que deixar a bexiga cheia, dependendo do que está sendo investigado.

Assim que o paciente chega para o exame, ele será acomodado em uma mesa que o deslizará para dentro do aparelho de ressonância magnética; travesseiro ou cobertor poderá ser fornecido, alguns exames podem demorar meia hora ou mais.

O aparelho poderá fazer algum ruído enquanto são realizadas as imagens e pode ser que o paciente tenha que prender a respiração por breves momentos.

Vale ressaltar que o exame não causa dor e nem risco para o paciente.

Clique aqui agora para ver sobre as outras especialidades da Medicina.