Hormônio de Crescimento: Ganha Massa Magra? Os Prós e Contras






GH ganha massa magra muscular mesmo? Veja para que serve, o preço e os efeitos colaterais !

O que é

Hormônio do Crescimento (GH – Growth Hormone) é o nome de um hormônio específico presente em grande maioria dos organismos macroscópicos.

Como a tradução do nome sugere, GH é o hormônio do crescimento, ou seja, uma proteína com função hormonal cuja ação no organismo estimula o desenvolvimento de estruturas corpóreas como ossos e músculos.

É uma molécula bastante complexa e que orienta o desenvolvimento dessas estruturas principalmente através do aumento da célula em volume mas também através do aumento do número de células.




Esse crescimento ocorre em nível microscópico e somados esses esforços, resulta em um crescimento corpóreo a nível macroscópico.

Um engano comum sobre esse hormônio é acreditar que sua funcionalidade no corpo humano está restrita ao processo de crescimento.

É essencial em outras atividades fisiológicas. O hormônio do crescimento faz com que o corpo (mais precisamente as células) utilizem uma quantidade proporcionalmente menor de glicose  para gerar energia.

Além disso, potencializa o processo de produção de proteínas celulares.

É produzido de forma natural pelo organismo dos humanos e da grande maioria dos organismos macroscópicos. 

No entanto, existem algumas desordens relacionadas à deficiência na produção desse hormônio na hipófise.

O nanismo hipofisário, por exemplo, é o quadro clínico que se configura a partir de um desenvolvimento insatisfatório de ossos e músculos em virtude da deficiência desse hormônio no corpo.

Nesses casos, deve haver uma reposição do hormônio sob orientação médica.

Essa molécula tem se tornado muito popular e conhecida pelo seu uso: devido a suas propriedades, tem sido utilizado para melhorar performance e desempenho em atividades esportivas específicas.Logo, a sua suplementação é feita com o objetivo de potencializar o corpo na realização de determinadas atividades.

Comumente encontra-se o seu uso nos esportes ligados à força e agilidade, como corrida, ciclismo, levantamento de peso e musculação (bodybuilding).

Apresentação do GH

acromegalia trauma de parto suprafisiologicas

Não devemos perder de vista que é um hormônio cuja ação no organismo tem vários efeitos.

Logo, a venda do hormônio envolve uma série de restrições.

A primeira delas é obvia: não é qualquer pessoa que pode adquirir (por meios legais) o hormônio.

Faz-se necessário um receituário médico específico que justifique a terapia de reposição hormonal.

A apresentação do hormônio varia de acordo com o laboratório que produziu a substância.

Em geral é comercializado em ampolas de vidro, que devem ter toda uma atenção quanto ao armazenamento, uso e transporte.

Assim, o consumo do hormônio é feito através de aplicações subcutâneas em diversas regiões do corpo como nádega, abdome e pernas.

Indicação do GH

Do ponto de vista médico, o hormônio do crescimento é indicado para pessoas que apresentam alguma doença ou disfunção fisiológica em função das suas baixas concentrações no sangue.

Como já citado nesse artigo, a reposição hormonal de Growth Hormone é feita em pessoas diagnosticadas com nanismo hipofisário, ou seja, o desenvolvimento corpóreo insuficiente ligado a sua falta; em geral essa condição é genética.

A reposição pode ser indicada também para pessoas que venham a desenvolver durante a vida alguma disfunção na hipófise, glândula mestra responsável pela produção do hormônio.

Têm sido usado para fins estéticos e esportivos: potencializam os resultados na busca do corpo perfeito e tornam o corpo mais condicionado a participar de competições de fisiculturismo, por exemplo.




Não à toa tem sido utilizado com esses fins: promove o alongamento celular, levando ao crescimento dos ossos mas também do tecido muscular, a chamada hipertrofia.

Assim, auxilia no desenvolvimento de massa muscular de maneira intensa.

O problema deste uso para esse fim é que muitas vezes os usuários não têm nenhuma deficiência hormonal que exija uma terapia de reposição.

Resultado: os níveis do hormônio no corpo ficam acima do recomendado e isso pode vir a trazer problemas para sua saúde.

Por isso ressaltamos mais uma vez: essa substância deve ser utilizada sob orientação e acompanhamento médico.

Como utilizar o GH

O objetivo dessa seção não é orientar um possível usuário de como o fazer com segurança.

Essa orientação cabe a um profissional do ramo da saúde, como médico endocrinologista ou médico nutrólogo. Consulte sempre a bula do medicamento.

No ramo da medicina, esse uso depende do quadro clínico do paciente e do objetivo que se espera com a sua reposição hormonal. Esses aspectos ficam a critério do médico responsável.

Para fins estéticos, o hormônio é utilizado durante um período que se popularizou como “ciclo”.

Ciclo é o período de utilização da droga, cuja duração e dosagem varia de acordo com a recomendação do médico.

Assim, fica a critério do profissional de saúde, quanto do hormônio cada paciente irá tomar e durante quanto tempo.

E são justamente essas escolhas que tornam o uso da droga sem acompanhamento médico um risco para sua saúde.

Com o uso indiscriminado, uma série de efeitos colaterais serão manifestados e colocarão em jogo seu bem estar. Por isso, procure conhecer o medicamento e buscar acompanhamento médico antes de utilizá-lo.

Não basta saber para que serve: deve haver uma consulta médica antes de começar a utilizar essa substância de maneira irresponsável e perigosa.

O seu uso pode ser de forma injetável ou em pó, bem como o tipo feminino se encontra a venda.

gigantismo cartilagem do osso hipopituitarismo

Efeitos colaterais do GH

O uso irresponsável da droga provoca sintomas indesejados como dores nas articulações, dores nos músculos, aumento da pressão no crânio, vômitos, agitação e dores de cabeça.

Por ser uma molécula natural do corpo, o uso do hormônio sob supervisão médica dificilmente causará danos ao organismo do paciente.

Existem também algumas contraindicações: a reposição hormonal não deve ser feita em pacientes com tumores malignos em desenvolvimento e diabetes, por exemplo.

No caso dos tumores, o motivo é óbvio: se esse hormônio estimula o crescimento celular, haveria um estímulo ao desenvolvimento rápido do tumor no corpo, dificultando o tratamento e piorando o prognóstico.

Mais características do GH

É uma molécula complexa e de difícil isolamento. Por isso, se você pretende comprar o hormônio seja lá para qual fim, vai ter de desembolsar um bom dinheiro.

O preço farmácia médio de 1 dose do hormônio é de 400 reais.

O hormônio do crescimento é indispensável para o desenvolvimento das estruturas corporais como ossos, músculos e órgãos vitais.

É natural do corpo humano e produzido na hipófise, glândula localizada no cérebro e que é protagonista no processo de produção de outros hormônios essenciais como o ADH – Hormônio anti-diurético.

Participa ativamente do alongamento celular e do aumento de volume celular.

Torna mais intenso o processo de produção de proteínas e ajuda na redução da gordura corporal.

A reposição do hormônio não é prejudicial quando feita de maneira responsável, com acompanhamento médico específico.

O seu uso indiscriminado pode levar a danos no organismo do usuário.

Certas pessoas acham que o ganho da massa magra muscular também serve para emagrecer!

Cuidado!

Procure sempre um especialista para te orientar!

Jamais faça automedicação!

Clique aqui agora para ver a Melatonina regula o sono e como usar na academia

Recomendado para você:






Política de Privacidade