Obesidade: Tudo Sobre as Causas, Sintomas e Consequências!



Veja tudo sobre as causas, sintomas, resumo e consequências da Obesidade no Brasil.

O que é

É uma doença que se caracteriza principalmente pelo acúmulo excessivo de gordura no organismo.

Pode-se prever que o acúmulo de gordura em excesso traz como consequência uma série de impactos negativos no paciente, do ponto de vista fisiológico, psicológico e social.

Está diretamente associada com uma drástica redução na qualidade e na expectativa de vida do paciente, por estar relacionada a uma série de doenças extremamente graves manifestadas pelo acúmulo de gordura em níveis anormais.

Para medir o “grau de acúmulo de gordura” convencionou-se uma medida, conhecida como IMC- Índice de Massa Corporal ou Corpórea.

É calculado matematicamente pela expressão IMC = PESO(KG)/ALTURA²(M).

A partir do valor desse índice IMC, caracteriza-se o paciente como abaixo do nível (magrezas grau I,II e III) , no nível correto (normal) l, acima do nível (pré-obeso)  e muito acima do nível (grau l, ll e lll-esse último nível corresponde à chamada mórbida, que será discutida ao longo do artigo).

É uma doença cada vez mais disseminada pelos hábitos contemporâneos.

No Brasil, dados estatísticos de 2008-2009 mostram que mais da metade da população apresentava sobrepeso, um fator de risco para desenvolvimento desta pandemia global.

Causas da Obesidade

O corpo comumente apresenta uma taxa metabólica basal, isso é, a mínima quantidade de energia consumida pelo metabolismo para manter as necessidades fisiológicas indispensáveis, como respiração e batimentos cardíacos.

Na maioria dos casos, é causada quando o consumo calórico é muito superior à energia utilizada pelo metabolismo basal.

Esse superávit calórico acaba sendo armazenado principalmente sob forma de gordura.

Se o paciente não realiza exercícios para gastar essa energia armazenada em forma de gordura, então ela fica acumulada e a reserva torna-se cada vez maior, passando a ser prejudicial ao corpo.

Logo, hábitos alimentares ruins, como refeições extremamente calóricas e com grande quantidade de açúcar e gordura propiciam o seu desenvolvimento.

Além disso, como citado acima, uma rotina que não inclui ou inclui poucos exercícios físicos (sedentarismo) tornam o gasto calórico baixo, propiciando o acúmulo de gordura.

Existem outros fatores associados que podem influenciar o desenvolvimento da doença, como fatores genéticos (principalmente aqueles ligados à deficiências hormonais) e alguns tipos de remédios, tais quais insulina e glicocorticoides.

Doenças relacionadas a Obesidade

Como previamente citado, é bem conhecida por trazer como consequência uma série de doenças graves, como:



– Diabetes;

– Problemas cardiovasculares;

– Derrame;

– Deficiências na oxigenação corporal;

– Problemas respiratórios;

– Sobrecarga das articulações, ossos, músculos e órgãos.

ginecoide feminina periferica androide masculina central

Tratamento da Obesidade

O tratamento depende claramente tanto do grau em que se encontra o paciente como os fatores que o levaram a sofrer dessa doença.

Para as causadas pelo consumo hipercalórico nas refeições, recomenda-se o uso de uma dieta restrita, na tentativa de diminuir o consumo calórico e fazer o corpo utilizar como energia para o metabolismo basal a gordura acumulada no corpo.

A essa dieta associa-se uma rotina de exercícios físicos específicos, visando aumentar o gasto calórico e promovendo assim o fortalecimento de demais estruturas corpóreas como articulações e músculos.

Para as causadas por disfunções hormonais (como é o caso do hipotireoidismo), há uma terapia hormonal para repor os hormônios deficientes.

A dramática Obesidade Mórbida

É considerada como o caso mais grave, com acúmulo demasiado de gordura de forma a comprometer diversas funções do corpo, inclusive a mobilidade motora.

A gordura em excesso acaba comprimindo os vasos sanguíneos, tornando deficiente a oxigenação das partes do corpo mais distantes como mãos e pés, podendo provocar trombose e necrose dos membros.

Estão associados os quadros de depressão, dores articulares, aumento da pressão arterial e acidente vascular cerebral isquêmico (aquele causado pelo corte de fornecimento de sangue ao cérebro).

A Obesidade Infantil

O mundo assiste ao aumento progressivo e descontrolado destes casos.

A mudança de hábitos, como por exemplo maior consumo de alimentos industrializados – bolos, bolachas, salgadinhos, comidas congeladas, bebidas açucaradas e o uso desenfreado de outros métodos de entretenimento (tablets, celulares, computadores e consoles) em detrimento da rotina de exercícios físicos é a principal responsável pela sua disseminação entre os jovens.

Não precisa ser um gênio ou pesquisar na Wikipédia para ter a percepção de que a doença é grave e necessidade de muitos cuidados, não é mesmo?

Clique aqui agora para ver como acabar e remédio caseiro para tratamento de Piolho