Herpes Genital: Transmissão , Sintomas e se tem Cura!



Veja como se pega a Herpes Genital, os sintomas e se tem cura! Veja o tratamento caseiro

Quando o assunto é o corpo humano e as relações existentes entre si, a primeira coisa que surge é o tabu.

Em pleno século XXI, em sociedades tão desenvolvidas, com tanta tecnologia, com tantas pessoas bem instruídas, falar de sexo, masturbação, corpo, nudez e DST’s ainda é algo que gera polêmica.

O que as pessoas se esquecem é que para propagar conhecimento, instrução, informação e prevenção, é preciso falar!

Falar, ouvir, discutir e debater. E aí fica a pergunta, vale a pena mesmo manter este tabu?

Se você concorda em uma discussão saudável para propagação desta informação, continue sua leitura!

Hoje vamos falar um pouco mais sobre a herpes genital

O que é

Para as pessoas que ainda não sabem, a herpes genital é na realidade uma doença sexualmente transmissível, ou seja, uma DST, que é transmitida por um vírus que ataca a pele e até mesmo as membranas mucosas dos genitais.

Mas o que pode ser a sua origem? Como se pega?

Existem dois vírus que podem causar esta DST, sendo eles:

Vírus do herpes simples tipo 1 (HSV1) e tipo 2 (HSV-2) – Ambos ocorrem devido a prática sexual desprotegida.

Como ocorre a transmissão da Herpes Genital?

Normalmente é transmitida através da prática do sexo desprotegido e através do contato com a pele de alguém que esteja infectada, porém que tenha lesões abertas na pele.

Alguns casos podem haver esta contaminação até mesmo sem lesões, através da saliva e a pessoa que está infectada pode até mesmo não saber que está infectado.

Imagens

Entre as várias imagens para ilustrar este tema, selecionamos a que segue abaixo

paciente assintomatico esforco fisico exagerado estresse emocional doenca cirurgia recente exposicaos solar em excesso friagem em excesso



A Herpes Genital tem tratamento?

Claro que sim (ainda bem não é mesmo?), porém vale ressaltar que ainda não tem cura, o tratamento ajuda sim e muito a conter a progressão da doença, evita que haja complicações e claro que também melhora os sintomas.

Para saber o melhor tratamento pelo qual prosseguir é muito importante que a pessoa tenha um médico de confiança e que continue indo ao médico com frequência e tomando todas as precauções e medicações recomendados pelo médico.

O remédio é um grande passo para a melhora, portanto ao invés de ficar tentando apenas um tipo de tratamento caseiro, procure seguir o que o médico ache que vá resultar em uma melhora considerável para você.

A pomada aciclovir tem o seu uso muito recomendado pelos médicos especialistas no assunto, a qual também é utilizada no tratamento da herpes labial.

Mas os tratamentos caseiros não funcionam?

Não estamos dizendo que não existe formas de cuidado pessoal e caseiros que você possa tentar, só não vale ficar apenas nisso, ok?

Lembre-se que isso é algo mais delicado, então cuide-se direito.

Normalmente estes tratamentos caseiros ajudam a aliviar os sintomas, segue a lista:

– Banho de assento com água fria;

– A herpes feminina pode causar muito desconforto e dor para as mulheres ao urinar, para isso existem duas opções, urinar durante o banho de assento ou durante o banho com água morna;

– Evite sabonetes que façam muita espuma;

– Evite roupas apertadas;

E na gravidez?

Normalmente os efeitos e sintomas são similares em pessoas comuns e mulheres grávidas, o problema está no risco de contaminação do bebê, que normalmente não acontece durante a gestação (apesar de não ser impossível), mas na hora do parto, já que o bebê passa pelo canal da vagina que está contaminado.

Por isso o ideal é a mulher optar pela cesariana.

Clique aqui agora para ver como se pega a transmissão do Herpes Labial