Endometriose: Profunda ou no Intestino tem Cura com Cirurgia?



Veja se a Endometriose profunda ou no intestino tem cura com a cirurgia.

Você sente muita cólica menstrual?

A dor que você sente está dentro dos níveis da normalidade?

Ou te atrapalha seguir o ritmo normal de vida?

Caso isto esteja acontecendo, fique alerta, pois, dor excessiva e mal estar intenso na menstruação podem ser sintomas de Endometriose.

É um mal que afeta milhares de mulheres no Brasil.

É uma patologia que ocorre quando o tecido endometrial aparece fora da cavidade uterina.

É atualmente a grande causadora da infertilidade.

O que é

O endométrio é o tecido que faz o revestimento da parte interna do útero. Mensalmente ele se prepara para uma possível gravidez.

Nesta preparação ele se torna 6 vezes mais espesso que o normal. Na verdade, está providenciando nutrientes e juntando reservas para receber um óvulo fertilizado, caso aconteça a fecundação.

Quando o óvulo não é fecundado e não acontece a gravidez, o endométrio se desfaz, se descama, e sai em forma de sangue menstrual. É a menstruação.

Porém, pode acontecer, que nesta ocasião, uma pequena porção deste sangue endometrial caia em outros órgãos como ovários, trompas, bexiga ou até nos intestinos.

Resquícios deste sangue implantam-se nos órgãos onde caem e causam lesões endometrióticas.

Sintomas

Entre os sintomas que acometem a mulher com esta doença estão:

Cólica menstrual excessiva;

Dor durante o ato sexual;

Dor abdominal;

sistema imunologico deficiente

Exaustão e cansaço crônico;

Menstruação com fluxo muito intenso;

Problemas gastrointestinais no período menstrual;

Dificuldade para ficar grávida e Infertilidade.

Tratamento

A pergunta que todos fazem é “A endometriose tem cura?”.

Na verdade, não há uma cura permanente para esta doença.

O tratamento, no entanto, é fundamental para que as condições de saúde da mulher não se agravem.

Toda doença deve ser tratada.

No caso da Endometriose o tratamento ameniza os efeitos da patologia, alivia dores e torna possível a gravidez.

Este pode acontecer através de cirurgia ou com medicação específica.



Através de Cirurgia

Para tratar a doença há a opção de procedimento cirúrgico denominado Laparoscopia.

Consiste em remover os focos de endometriose. Atualmente a medicina conta com a Laparoscopia e a Videolaparoscopia.

A opção por alternativa cirúrgica depende da gravidade do caso e da situação de cada um.

Cada tipo de tratamento tem suas particularidades, e somente o médico poderá indicar o que é melhor fazer.

Através de Medicação

O tratamento através de medicação é feito com analgésicos, anti-inflamatórios e outros remédios disponíveis no mercado.

histerectomia dismenorreia

Ovário Policístico, Mioma, e Adenomiose

Outros problemas envolvendo o ciclo menstrual são causadores da infertilidade e acarretam muitos problemas para a mulher.

Entre eles podemos citar:

Ovário policístico

Se caracteriza pela presença de múltiplos cistos nos ovários. A doença é chamada de SOP- Síndrome de Ovário Policístico. Provoca irregularidade no ciclo menstrual e causa infertilidade, além de outros problemas.

Presença de Mioma

O Mioma é um problema uterino muito comum nas mulheres. Ele é uma espécie de tumor, porém benigno, isto é não se torna câncer. Muitos casos pode ser a causa da infertilidade feminina.

Adenomiose

Esta patologia é parecida com a endometriose nos sintomas, mas, a forma de tratamento e a origem da doença são diferentes. Acontece quando o endométrio invade o miométrio.

O miométrio é a porção de músculos do útero.

Esta musculatura é fundamental na hora do parto, pois é responsável pelas contrações uterinas.

A Endometriose é um problema que precisa ser diagnosticado e tratado.

Muito depende da mulher buscar ajuda médica ao surgirem os sintomas.

Se você sofre com algum destes sinais, não espere mais.

Cuide-se. Ouça os alertas de seu corpo.

Aqui há informações importantes, se você também acha isto, compartilhe.

Veja online vários artigos para download em pdf.

Clique aqui agora para ver os sintomas da Enxaqueca com aura, menstrual e crônica

diminuidor