Dengue: Prevenção, Sintomas da Hemorrágica, Chikungunya e Zika



Veja os sintomas, transmissão, prevenção e tipos de Dengue hemorrágica, chikungunya e zika.

Apesar de muitos ouvirem falar e até terem contraído, ainda se perguntam o que é essa doença.

Então para esclarecer, falaremos passo a passo, para que entenda e não só se previna.

Mas caso pegue, consiga se cuidar de forma correta e com auxílio médico, pois todo auto medicamento pode ter consequências graves a saúde.

O que é

Dengue é uma doença causada por um vírus chamado Arbovírus e que tem quatro tipos de mutação dele que são DEN 1, DEN 2, DEN 3 e DEN 4.

Por ser uma doença de áreas tropicais, o Brasil é um dos lugares onde mais tem e é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, que veio junto com os navios negreiros da África, na época da escravatura, ou pelo Aedes Albopictus.

Segundo estudos, quando se pega um tipo de dengue, seja a DEN1, DEN 2, DEN 3, ou DEN 4, você não pegará mais a mesma, mas sim, uma das quatro que ainda não teve, ou seja, você está sujeito a pegar esta doença quatro vezes, por ser quatro variações do vírus.

Quando não é cuidada de início, pode ocorre a versão hemorrágica, que é a fase mais grave da doença e que muitas vezes é causada por pegar um outro vírus desta doença.

Por isso a grande preocupação de médicos e infectologistas com a quarta variação da doença, já que apesar de ser igual a um, dois e três, acarreta de uma resposta mais severa do sistema imunológico que já está fraco, mesmo tendo os mesmos sintomas em qualquer uma delas, causando infecções e sendo mais propício a lesões nas veias sanguíneas, causando hemorragia interna.

A doença é mais propícia no verão, mas sem os devidos cuidados para se evitar o mosquito, aqui no Brasil já existem casos que ocorrem durante todo o ano, inclusive no inverno.

Dengue hemorrágica

É a fase mais agressiva da doença, quando há rompimento das veias, causando sangramento entre os órgãos internos, ou seja, hemorragia interna.

Mesmo tendo os mesmos sintomas da dengue em si, no quinto dia é que o estrago acontece e se não avaliado e tratado rapidamente pelos médicos, o risco de morte é muito grande.

Quando se pega esta doença uma única vez, é mais difícil de acontecer, a não ser que já esteja com algum tipo de doença, que deixou seu sistema imunológico mais vulnerável.

Mas quando se trata de uma segunda, terceira, ou quarta vez, os riscos são enormes.

Sintomas

Dor nas costas, dor trás dos olhos, manchas vermelhas no corpo, dor de cabeça, dor em todo o corpo e febre alta durante cinco dias.

No entanto, é bom levar em consideração que nem sempre a pessoa vai ter todos os sintomas de uma vez, podendo ter uma boa parte, ou somente uma.

Por isso, é importante que se surgir algum desses sintomas, procurar um pronto atendimento, onde noventa por cento, já faz o exame para descartar ou confirmar a doença.



Existe maneira de se pegar além da picada do mosquito?

Não.

Ao contrário de outras doenças virais como gripe por exemplo, esta doença não é transmitida em contato com outro doente, nem através de espirro, ou do uso de roupas e utensílios compartilhados.

Somente através desses dois tipos de pernilongo, que é transmitida.

Tratamento da Dengue

O tratamento é feito para aliviar os sintomas e se necessário, haverá uma internação para que o doente fique sendo observado pelo médico, ainda mais se correr risco de se tornar, ou ser hemorrágica.

Nesse caso, como é só os sintomas que são tratados, depois de alguns dias, o vírus se dispersa, devido o combate travado pelo sistema imunológico.

petequias fumace dores nos ossos e articulacoes

Os remédios utilizados são dipirona e paracetamol, pois outros a base ácido acetil salicílico, o AAS e aspirinas, não podem ser utilizados, pois aumenta as chances de ter hemorragia interna.

O doente deve sempre ingerir muita água tratada ou mineral, soro caseiro, sucos naturais e chás, ter uma boa alimentação, mas que seja leve e ficar de repouso.

Prevenção da Dengue

A melhor forma de prevenção começa dentro de casa, pois o mosquito se propaga rapidamente e seus ovos são colocados onde tiver água parada, seja limpa ou suja, como mostrou um estudo recente.

Caso seus ovos estejam em um local que tenha água temporariamente e seque, eles resistem até dois anos, eclodindo assim que entram em contato com água novamente.

Por conta disso, nunca deixe vasilhas com água dentro, mesmo que seja menos de um dedo, destampadas, retire qualquer entulho que possa acumular água, não deixe sacos de lixo abertos em lugares que podem pegar chuva, assim como pneus, garrafas, canos, pedaços de telhas, etc.

Caso tenha muito lixo espalhado em sua rua, tente fazer um mutirão de recolhimento, ou veja com a administração responsável, ou prefeitura, se podem recolher.

Se tiver animais em casa, lave ao menos uma vez por semana as vasilhas de água, mas melhor ainda se puder lavar ao menos três vezes por semana.

Caso vá para lugares onde tenha mato, seja mata, ou contenha rios e cachoeiras, ou até mesmo piscinas, use corretamente um repelente, para evitar mordidas de mosquitos e se for acampar, use roupas compridas.

Se tiver piscina em casa, tampe-a com uma capa própria e faça a manutenção periodicamente.

Em resumo, é melhor prevenir do que remediar, pois o mesmo mosquito que a transmite através da picada, também transmite a chicungunya e o zika vírus.

Clique aqui agora para ver os tipos de Depressão nervosa, profunda e bipolar.