Artrose: Coluna, nas Mãos, no Quadril e no Joelho. Tem Cura?



Veja se tem tratamento da Artrose na coluna, nas mãos, no quadril e no joelho. Tem cura?

O que é

É também conhecida como osteoartrite (não confundir osteoartrite com osteoporose, pois a primeira se refere ao comprometimento das articulações e a segunda, ao comprometimento dos ossos).

É uma doença crônica que acomete as articulações promovendo o desgaste da cartilagem presente nas pontas dos ossos.

Essa cartilagem é de extrema importância, pois evita que haja o atrito e contato direto entre ossos.

Pode provocar também a degeneração de ossos localizados em uma região próxima à cartilagem.

É uma das doenças articulares (isto é, doenças que comprometem as articulações) mais comuns do mundo, atingindo principalmente obesos, diabéticos, trabalhadores que trabalham com o uso da força e adultos com mais de quarenta anos de idade.

Esta doença se manifesta mais comumente na coluna, no joelho, no quadril e na mão.

Causas

Deve-se ressaltar aqui que existem dois tipos distintos desta doença, que se caracterizam de acordo com a origem do quadro.

O primeiro tipo, conhecido como artrose primária, é a doença causada ou pelo uso excessivo da cartilagem ou pelo envelhecimento.

O uso excessivo da cartilagem promove a sua degeneração e o seu desgaste ao longo do tempo.

O segundo tipo, conhecido como artrose secundária, é a doença causada por fatores secundários como o próprio nome sugere.

Entre esses fatores, figuram a obesidade, diabetes, disfunções hormonais , anomalias articulares congênitas (deformações nas articulações já constatadas no ato do nascimento), artrite reumatoide e gota.

Sintomas

Os sintomas desta doença são bem característicos e comumente apresentados como dores na articulação comprometida, inchaço e limitações de movimento e rigidez das articulações.

Obviamente, a intensidade e diversidade dos sintomas varia de acordo com a gravidade da doença e o estado geral das articulações.



aspirina ibuprofeno naproxeno pomada moment voltaren glucosamina condroitina artrolive condroflex cha de alecrim cha salgueiro e ulmaria

Diagnóstico

O diagnóstico desta doença é relativamente simples e feito principalmente através de exames de imagem, como radiografias, tomografias computadorizadas e ressonâncias magnéticas, que vão buscar avaliar se existe comprometimento articular de alguma natureza.

Tratamento

De início, deve-se explicitar que não tem cura.

Logo, o tratamento perpassa por cuidados paliativos, ou seja, cuidados destinados ao alívio dos sintomas e a melhora do quadro.

Os sintomas são combatidos em geral com remédios, como analgésicos e anti-inflamatórios.

Ainda sim, o tratamento é mais eficaz quando há uma combinação de esforços e junto ao tratamento medicamentoso realiza-se um tratamento terápico, como o uso de fisioterapia específica a fim de fortalecer os músculos na região da articulação, reduzindo a dor.

Em casos mais comprometedores onde as terapias convencionais não tiram a dor, são ministradas injeções de cortisona e ácido hialurônico.

Podem ser necessárias ainda intervenções cirúrgicas, como processos de realinhamento de ossos e substituição da articulação comprometida por próteses.

O tratamento natural e caseiro é baseado em chá.

Prevenção

A artrose primária não pode ser prevenida, mas a secundária sim.

Existem alguns fatores que podem auxiliar na prevenção da artrose secundária, como realização de fisioterapia e de uma rotina de exercícios físicos, para que se fortaleçam os músculos e articulações, tornando pequeno seu desgaste.

Ainda sim, o controle do peso (através inclusive dos exercícios físicos, mas em associação com uma dieta balanceada), descanso adequado e evitar passar muito tempo na mesma posição.

Clique aqui agora para ver as causas e sintoma do Astigmatismo