Amigdalite: Viral, Caseosa e Crônica. Precisa de Cirurgia?






Veja os tipos de Amigdalite viral, caseosa e crônica. Tratamento caseiro cura ou precisa de cirurgia ?

É uma infecção que afeta as amígdalas.

Talvez o nome te pareça estranho.

Mas, provavelmente esta doença é sua velha conhecida.




Trata-se da popularíssima dor de garganta.

Quem nunca sofreu deste mal que atire a primeira “pastilha”.

É brincadeirinha. Mas, agora falando sério. Saiba o que é esta doença.

Saiba o que é isto

Esta patologia é uma das mais comuns, especialmente entre as crianças.

Trata-se de uma infecção que afeta dois gânglios linfáticos que ficam situados na parte superior da garganta, bem lá no fundo da boca.

Eles têm a forma de amêndoas e são chamados de amígdalas.

Esta inflamação pode ter duas origens:

Ela pode ser causada por vírus.

Neste caso é chamada de Amigdalite Viral.

A Viral é aquela que ocorre por ocasião da contaminação por vírus. Neste caso, ela pode ocorrer através do contágio de diversos vírus.

É muito comum acontecer quando estamos com alguma gripe ou resfriado.

Neste caso, os germes que provocam a gripe podem afetar as amígdalas causando dor, vermelhidão e inchaço.

Apesar do incômodo, esta não é perigosa e costuma curar-se assim que a gripe melhora.

Os casos do tipo viral raramente exigem medicação intensiva.

O próprio organismo dá conta de eliminar o problema.

Pode ser causada também por bactérias.

E passa a chamar-se Amigdalite Bacteriana.

paracetamol fenacetina aspirina celecoxib diclofenaco ibuprofeno eritromicina naproxeno

Com esta não se brinca!

Ela exige atenção e cuidados.

A dor de garganta causada por bactérias é bem mais séria do que a Viral.

Sua ocorrência se dá devido ao contágio bacteriano.

A doença costuma ser provocada pela bactéria Streptococcus pyogenes, também chamada de estreptococo do grupo A.

Ela pode ser transmitida facilmente de pessoa para pessoa, assim como a viral.

Por isto em ambos os casos, a pessoa afetada não deve beber no mesmo copo que os outros da casa, até que a questão se resolva.

Este tipo precisa de tratamento específico, pois pode trazer consequências, mais graves como:

– Insuficiência Renal;

– Faringite;

– Febre Reumática.

Sintomas

Em ambos os casos os sintomas são os mesmos. São sinais característicos que indicam a presença desta patologia:

– Febre alta;

– Dores de garganta;

– Mau hálito;

– Dores de cabeça;

– Placas amareladas ou brancas nas amígdalas;

– Inchação e vermelhidão na garganta.

Amigdalite Crônica Caseosa

Este é um outro tipo de Amigdalite.

Não é provocada por vírus ou bactéria.

Nem sempre é considerada doença. Trata-se de uma condição anatômica desfavorável.

Ocorre quando restos de alimento ficam alocados nas criptas, que são reentrâncias ou pequeninos buraquinhos presentes nas amígdalas.

Em algumas pessoas estas criptas são mais abertas e acumulam estes restos de comida.

Eles fermentam e apodrecem ali.




Formam cáseos amigdalianos, que são bolinhas brancas de odor fétido que se desprendem da garganta.

Esta condição causa irritação, incômodo e mau hálito.

Tratamento

Estas são doenças de fácil tratamento.

No caso da bacteriana e Caseosa é essencial procurar um otorrinolaringologista, que é o médico especializado para estes casos.

A infecção por bactérias irá requerer uma medicação com remédio antibiótico.

No caso da Caseosa será preciso uma análise cuidadosa do especialista para encontrar a melhor solução.

Existem casos mais graves de Amigdalite em que há a indicação de cirurgia de retirada das amígdalas.

Porém, este é um procedimento que só se faz raramente e em último caso.

Ou seja só é indicada quando se conclui, depois de muita análise, que as amígdalas perderam sua função.

Você sabia que as amígdalas fazem parte de nosso sistema imunológico e são fundamentais para nossa proteção?

Muitos casos de Amigdalite Caseosa são tratados com cirurgia a laser.

As poderosas Amígdalas do bem

As amígdalas são duas glândulas que atuam para nossa defesa.

Online tem várias fotos mostrando a sua infecção na garganta como o exemplo abaixo:

glomeronefrite halitose hiperemia hipertrofia hipertermia saburra lingual

Elas não estão ali em nossa boca, por acaso.

Na verdade, sua localização é um ponto estratégico de defesa.

Você já pensou nisto?

Tudo que comemos, tem que passar, antes, pelas amígdalas.

Elas funcionam como verdadeiras trincheiras nos guardando do mal.

Geralmente a boca e o nariz são os locais por onde entram vírus e bactérias.

As amígdalas têm a função de cercar estes agentes infecciosos.

Quando eles entram em nossa boca e nariz, são barrados pelas amígdalas.

Estas, em contato com estes germes produzem anticorpos para nos defender daquele ser.

Por isto a cirurgia que retira as amígdalas, chamada amigdalectomia, é muito questionada atualmente.

Só é indicada quando fica provado que as amígdalas estão disfuncionais ou quando estão causando obstrução respiratória.

Mas, até mesmo nestes casos, o paciente precisará passar por uma avaliação e só o médico poderá dizer se é ou não caso cirúrgico.

Tratamento Caseiro da Amigdalite

Em muitos casos, as pessoas recorrem a um tratamento caseiro.

Estes costumam dar certo quando trata-se de infecção viral.

Porém vale alertar que os tratamentos à base de medicação alternativa ou natural, não resolvem a infecção bacteriana, podendo mesmo agravá-la.

Quanto mais tarde se inicia a medicação com antibióticos, mais grave vai ficando a infecção.

Algumas alternativas caseiras muito usadas para dor de garganta, estão abaixo apontadas:

– Uso de Própolis;

– Gargarejo com chá de romã (apenas a fruta);

– Mel;

– Gargarejo com água;

Amigdalite é problema que pode ser rapidamente resolvido.

E quanto antes melhor.

Por isto, esteja sempre atento ao primeiro sinal de dor de garganta, busque logo cuidar.

Não se esqueça que qualquer tipo é contagiosa em qualquer fase da doença.

Você sofre deste problema?

Que acha de comentar com a gente?

Clique aqui agora para ver como ficar com o distúrbio alimentar Anorexia

Recomendado para você:






Política de Privacidade