Fluconazol: Para que Serve, Bula, Efeitos Colaterais e Preço



Conheça o Fluconazol 150 mg. Veja a bula e efeitos colaterais, além de preço e onde comprar!

O que é

É o nome do composto químico com propriedades farmacológicas que o caracterizam como um medicamento antifúngico. Portanto, fica claro para que serve esse fármaco: é utilizado no tratamento de doenças causadas por fungos, as chamadas micoses.

Em particular, o remédio se tornou extremamente popular por ser utilizado no tratamento de doenças como a candidíase vaginal e micoses dermatológicas (as micoses que acometem a pele); ainda sim, é utilizado no tratamento de micoses que atacam anexos epidérmicos como as unhas.

Apresentação

A versão original do medicamento é produzida pelo laboratório Medley. Esse laboratório estabelece como padrão de produção cápsulas que contém 150 miligramas. As embalagens possuem 2 cápsulas ou uma única cápsula.

Alem deste fármaco ser fabricado apenas em cápsulas ( conforme dissemos) saiba que existe outra versão do medicamento que é indicada ao tratamento de candidíase tanto em homens quanto em mulheres.

A sua versão em pomada é, na verdade, como as pessoas se referem popularmente a pomadas base de miconazol ou de cetoconazol, que são substâncias antifúngicas, ou seja, que combatem eficazmente os fungos que causam vermelhidão, coceira e demais incômodos na pele.

Indicações

Como já citado nesse artigo, o remédio tem desempenho brilhante e grande eficiência no tratamento de micoses, sobretudo da candidíase vaginal e micoses na pele e outras estruturas. Para se ter uma ideia, com o uso de um único comprimido de composição de 150 miligramas, o alivio dos sintomas da candidíase vaginal pode ser notado dentro do período de 1 dia.

Nesse ponto cabe falar também um pouco sobre a candidíase vaginal. Como já se sabe, é causada por um determinado tipo de fungo alocado na região vaginal. Um fato curioso é que o fungo causador de candidíase está presente em quase todas as regiões do nosso corpo.

O que acontece é que se por algum motivo houver uma proliferação exacerbada do fungo em alguma parte do corpo, o paciente sentirá os efeitos da doença. Quando esse crescimento da cultura fúngica ocorre na vagina, está configurada a candidíase vaginal.

tinea cruris onicomicose coccidioidomicose monipax pronazol riconazol unizol zelix zoltec

Embora a candidíase vaginal não seja considerada uma DST, ela pode sim ser transmitida através do ato sexual. Se houver, por exemplo, sexo oral na relação sexual, a chance de transmissão da doença é enorme.

Por isso, sempre que desconfiar de algo ou notar algum sintoma procure um médico. Se necessário, ele te indicará o seu uso para tratamento dessa doença em específico. Uma observação é que outros medicamentos também possuem essas propriedades e a escolha fica a critério do médico responsável.

Como utilizar

Como o uso do medicamento é variado, isto é, pode ser utilizado no tratamento de doenças diversas, o modo de utilização desse composto certamente varia em função de alguns parâmetros.

Em princípio, a utilização do medicamento depende da situação do quadro clínico do paciente. Por exemplo: se o paciente se encontra debilitado em função de uma doença fúngica, pode ser requerida a administração intravenosa do medicamento, embora comumente seja consumido em comprimidos via oral.

As pessoas tem o costume de por algum motivo menosprezar as doenças fúngicas, no sentido de que não acreditam que esse tipo de doença pode ser de natureza grave. Isso porque micose virou sinônimo da doença que afeta a pele e que em geral não traz grandes complicações; note que micose na verdade faz referência a qualquer doença causada por fungo.

Portanto, um paciente pode sim encontrar-se debilitado em função de uma doença fúngica; a própria candidíase vaginal pode afetar órgãos vitais como pulmão, rim e cérebro e causar a morte.

A concentração do medicamento e o tempo de uso do remédio varia de acordo com o quadro clínico do paciente.



A bula apresenta alguns valores de referência.  Se você está utilizando-o para tratar micoses na unha, por exemplo, você precisará de uma dose de 150 miligramas do medicamento por semana durante um período médio de 2 a 4 semanas. Note que em determinadas situações, o período pode variar e fugir de dentro dessa faixa.

Se você está utilizando-o para tratar candidíase vaginal, em geral toma-se uma dose de 150 miligramas de remédio durante o mês.

Uma observação importante: esses valores são apenas para referência e não devem ser utilizados para que você determine seu tratamento. Procure sempre um médico profissional; ele poderá te examinar e avaliar sua condição clínica para então propor um tratamento seguro, que envolva uma dosagem correta durante um tempo seguro de administração.

Como já citado aqui, outros medicamentos diferentes deste fármaco podem ser utilizados no tratamento de doenças fúngicas; a escolha fica a critério do médico. Por exemplo, para o tratamento da candidíase, também podem ser utilizados medicamentos como Secnidazol e Itraconazol.

Efeitos colaterais

É um remédio bastante seguro, o que significa dizer que por mutias vezes não está relacionado à ocorrência de efeitos colaterais indesejados. Esse fato certamente não exclui a possibilidade de que alguns sintomas anormais sejam sentidos durante o período de administração da droga.

O primeiro efeito colateral preocupante é a toxicidade hepática. Em alguns casos clínicos e sob determinadas circunstâncias, o seu uso desencadeou um processo de intoxicação do fígado, fazendo surgir uma série de sintomas como aspecto amarelado de olhos e pele, urina escurecida, aumento do fígado e dores abdominais.

fluconal fluconeo flunazol glyfucan lertus

diminuidor

Existe inclusive relatos de mortes de pacientes por toxicidade hepática ligada ao seu consumo.

Alguns outros sintomas indesejados podem se manifestar: dores de cabeça, enjoo, diarreia, convulsões, tonturas, hipercolesterolemia e alterações no paladar.

Pacientes que possem intolerância a alguma substância do medicamento podem sofrer de choques anafiláticos.

Mais características do medicamento

O remédio não precisa de receita médica para ser adquirido. Isso não significa que você não precisa ir ao médico antes de começar a tomar o medicamento. É muito importante que o tratamento seja acompanhado pelo médico; embora na bula haja algumas recomendações sobre o tratamento, apenas o médico poderá determinar o medicamento e a dosagem adequada para o seu quadro clínico em específico.

Esse medicamento é contra indicado para pacientes que conhecidamente são intolerantes a este fármaco enquanto substância química ou intolerante aos componentes da cápsula que envolve o composto. Existem mais restrições quanto ao consumo da droga: não deve ser utilizada por gestantes, pois pode estar relacionado a má formação do bebê.

Este fármaco interage com alguns outros medicamentos; associado com cisaprida, por exemplo, pode provocar arritmias cardíacas. Por isso, mais uma vez ressaltamos a necessidade do acompanhamento médico.

Este medicamento apresenta uma série de genéricos como Flucazol, Flucomed, Flutec, Triazol e Zoltren.

O preço de dois comprimidos de 150 mg do genérico pode custar em faixa de R$ 6,00 a R$ 24,00 .

O fármaco é muito eficiente no tratamento de micoses – as doenças causadas por fungos. Embora a bula reúna uma série de orientações ao usuário, é indispensável o acompanhamento médico se você vai fazer a utilização de qualquer medicamento. Nesse caso em específico, caberá ao médico optar por este fármaco ou outro medicamento com função parecida. Assim, poderá te orientar em relação ao modo correto e eficaz de consumo da droga.

Clique aqui para ver para que serve o Ibuprofeno 600mg, 400, 300, 100mg gotas, a bula, posologia e o preço.