Pinscher: Tamanhos Zero, Um, Dois, Miniatura, Alemão e Preço.



Veja os tamanhos do cachorro Pinscher zero, um, dois, miniatura, alemão e preço.

Introdução

É o nome da raça que pertence ao grupo de classificação canina Toys. As raças desse grupo apresentam atualmente uma única função principal: a companhia.

Mas nem sempre foi assim.

Esta raça, assim como todos os outros cães, foram idealizados para atender determinadas necessidades do homem. Antigamente, o animal tinha uma função que não a de companhia, e que será destacada na seção Origem.

Outros cães de companhia bastante populares dividem o grupo dos Toys com o Pinscher, como os das raças Griffon de Bruxelas, Lulu da Pomerânia (Spitz Alemão Anão), Cão de Crista Chinês, Pug, Shih tzu, Pequinês de Chihuahua.

Origem

Existem muitas incertezas sobre a origem dessa raça. O primeiro registro da existência dessa raça é da primeira metade do século 19, próximo ao ano de 1835.

Uma das teorias afirma que esta raça foi formada a partir do cruzamento do tipo Alemão com outras 2 raças – Dachshunds (os famosos cachorros-salsichas) e Greyhound de origem italiana.

Uma outra teoria diz que desta raça é resultado de cruzamentos selecionados entre cães da raça Pinscher Standard.

A primeira teoria explicitada aqui faz bastante sentido, pois se olharmos para o tipo miniatura atualmente, notaremos uma série de características semelhantes entre eles e as raças Dachshunds, Greyhound Italiano e o tipo Alemão.

Do Pinscher Alemão, provavelmente foram herdadas a cor preta dos pelos e os ossos super resistentes.

Do Dachshunds foi herdada tons de cor vermelha nos pelos e do Greyhound italiano, foi herdada principalmente a agilidade.

Características físicas do Pinscher

Nesta raça, algumas características físicas como o peso e a altura não apresentam grandes variações entre macho e fêmea. Dessa forma, um animal na fase adulta deve ter o peso corporal na faixa de 3 quilos até 5 quilos e a altura aproximada deve estar na faixa de 25 centímetros até 31 centímetros.

São cães de pequeno porte.

curioso sempre em alerta muito desconfiado com estranhos

O animal não é muito inteligente, e isso se reflete na dificuldade de adestramento.

O corpo é pequeno e as patas são alongadas. O pelo é curto. Essa característica faz com que o animal seja bem resistente a altas temperaturas, mas por outro lado o torna vulnerável a temperaturas muito baixas.

A coloração da pelagem é variada. Em geral, mistura tons de preto com tons de caramelo. Ainda sim, existem exemplares desta raça que são totalmente marrons ou pretos ou brancos, e, dificilmente, cinzas.

Temperamento

Conselho de amigo: não escolha o cachorro a partir do que você leu até aqui. O que vem a seguir pode ser determinante na escolha ou na rejeição da raça.

É um cachorro extremamente agitado e enérgico. Se você procura por um cão que fique deitadinho com você vendo filme, desista. Gosta de brincar, pular e correr indiscriminadamente até cansar.



Ao contrário de outras raças como Pug e Bulldogs (Franceses e Ingleses), esta raça não se apega muito ao dono.

Se você busca segurança em sua casa, acertou em cheio: apesar do tamanho reduzido, este cão é um excelente cão de guarda.

Portanto, se é um excelente cão de guarda, já podemos imaginar: não se relaciona bem com pessoas estranhas. Por isso, se você recebe visitas constantes em sua casa, talvez essa não seja a raça adequada para você.

Se outros animais já vivem na sua casa, esta raça pode também não ser uma boa escolha, pois não se relaciona de maneira amigável com outros animais de estimação que eventualmente já estão na sua casa.

Essa raça preserva seu território a todo custo e, caso se sinta ameaçado, não vai hesitar em morder animais e visitas.

detetive come tudo

Nada que não tenha solução: um adestramento feito precocemente e da maneira correta pode fazer com que seu Pinscher cultive relações de harmonia com estranhos e também com outros animais, inclusive cães.

Mora em apartamento? Abra bem os olhos para essa frase: esta raça late muito.

Dessa forma, o latido pode se tornar incômodo tanto para você quanto para seus vizinhos e é um fato que certamente deve ser levado em conta na hora da escolha.

Mais características da raça

Um fato curioso é que assim como a raça Poodle, a raça Pinscher também possui variedades de animais em relação ao tamanho.

Os tamanhos são indicados por números, de forma que quanto maior o número ao lado do nome, maior o porte da raça.

São conhecidos no Brasil as variedades 0 (miniatura), 1, 2 e 3.

É muito importante citar que essas variedades não são reconhecidas pelos órgãos internacionais do ramo e foram criadas no Brasil.

Os cruzamentos utilizados para criar essas variedades podem fazer surgir uma série de problemas de saúde nesses animais. Portanto, opte preferencialmente pela versão original da raça: apenas Pinscher.

O preço de um filhote gira em torno de 1800 reais.

Por ser um animal enérgico, ele precisa de espaço para realizar exercícios. Portanto, além do latido, o espaço reduzido de um apartamento pode tornar sua relação com o animal muito estressante.

Essa raça não deve ser criada no quintal, pois tem pouco pelo e é magra, estando sucestível a quedas bruscas de temperatura.

Os pelos não precisam de muito cuidado, basta uma escovação periódica. A tosa não é necessária.

É um cachorro que sofre muito com o preconceito. As pessoas sempre assimilam sua imagem a de um cachorro estressado, agressivo e possessivo.

De fato, ele não se relaciona bem com outros animais e nem com estranhos, além de ser territorialista. Mas não é bem assim: o cão é dócil, gosta de brincar e é amigável, se tratado da maneira correta.

Clique aqui agora para ver características do filhote Poodle micro toy, toy e miniatura

diminuidor