Bull Terrier: Temperamento, Preço e Filhote Miniatura!



Bull Terrier: temperamento, preço, filhote miniatura se é perigoso. O English White Terrier está extinto?

Introdução

É uma raça de cachorros que está presente no grupo dos cães Terriers, como o próprio nome sugere.
O grupo Terriers reúne raças cujos cães são capazes e habilitados a caçar animais dentro de tocas cavadas no solo.

Uma coisa importante de se notar é que, embora esses cães tenham habilidades de caçar animais em tocas, essas tarefas não são mais realizadas pela maioria dos cachorros.

Isso decorre em parte ao grande processo de domesticação que os cães passaram: são criados majoritariamente dentro de casas e apartamentos.

Além disso, há a clara queda da necessidade de caça, pois o homem moderno quase não caça, a não ser por lazer.

Outras raças bastante conhecidas compartilham o grupo dos cães Terriers junto com os Bull Terriers, como American Staffordshire Terrier, Boston Terrier, Jack Russel Terrier, West Highland White Terrier, Staffordshire Bull Terrier e American Pit Bull Terrier, ou somente Pit Bull.

Em geral os Bull Terriers são muito confundidos com os Pit Bulls.

A confusão não se fundamenta, pois existem muitas características discrepantes entre as raças, tanto do ponto de vista físico quanto do ponto de vista psicológico.

Origem

Com a popularização dos cachorros na Europa, as brigas de cães e lutas de cães com animais como o touro (conhecidas como Bull-baiting)  emergiram como um grande entretenimento para a população do  continente.

Dessa forma, mais uma vez para atender a necessidade do homem, idealizou-se a criação de uma raça guerreira, extremamente resistente e feroz, que pudesse vencer essas batalhas com facilidade e heroísmo.

Essa criação ocorreu da mesma maneira como ocorreu a formação de várias, talvez todas as outras raças: foram realizados cruzamentos específicos entre determinadas espécies.

Assim, os criadores acreditavam que a mistura de material genético pudesse combinar ou fazer surgir as características desejadas.

Para o primeiro cruzamento, foram escolhidas duas raças: uma delas foi um Bulldog, um cão originário da Inglaterra que descende de cães utilizados para brigar com touros. A segunda raça escolhida foi um Terrier Inglês, uma raça já extinta atualmente.

preto e fogo rajado com marcacoes brancas

O cachorro formado desse cruzamento foi denominado Bull e Terrier, porque combinava características do Bulldog e do Terrier Inglês.

Em um determinado momento desse contexto histórico, as lutas entre cães passaram a ser consideradas ilegais. Pense: se as lutas passaram a ser proibidas, o Bull e Terrier em princípio não teria mais utilidade, pois é um cão feito exatamente para brigar, morder e resistir a ferimentos.

O que aconteceu foi que as pessoas que tinham cachorros dessa raça começaram a realizar outros cruzamentos, para que ao invés de se aprimorar a força e a mordida, se aprimorassem as características de beleza, uma vez que o desfile de cães estava se tornando moda na Europa.

Um desses cruzamentos foi feito com um cão da raça White English Terrier.

O resultado foi um conjunto de filhotes com coloração branca pura. Esses filhotes foram chamados de Bull Terriers.

Logo popularizaram-se pela sua beleza única. Mais tarde, novos cruzamentos foram realizados para que se retomassem outras características de cor que não a branca.



Para esse fim, os cruzamentos foram feitos com cães da raça Staffordshire Bull Terrier.

Características físicas

O cão foi idealizado como um guerreiro, e até hoje percebemos características físicas que correspondem a essa figura.

É um animal musculoso, forte e com grande equilíbrio; é ágil e tem as orelhas erguidas. O aspecto marcante da raça é a cabeça: é alongada.

O peso do animal varia de acordo com seu sexo.

Para os machos, o peso está dentro de uma faixa de 24 quilos, podendo chegar até 29 quilos. Para as fêmeas, o peso está dentro da faixa de 20 quilos até 24 quilos.

O sexo do animal não reflete muito em seu tamanho: tanto macho quanto fêmea apresentam tamanhos parecidos e dentro de uma faixa de 53 centímetros até 55 centímetros.

O pelo não se desenvolve muito e é curto. Tem aspecto liso e a coloração pode ser variada: pode ser formado por uma única cor ou como uma mistura de cores.

O cão pode sofrer de algumas doenças, como acne, hérnias e surdez.

Temperamento

Os cães desta raça são brincalhões e muito enérgicos. Apesar de ser um cão criado para a briga e para o confronto, nota-se claramente nesse animal sua doçura e lealdade ao dono.

vermelho fulvo preto

Um ponto importante é que ele tem certas dificuldades para socializar-se com outros animais domésticos (cães, gatos, aves, roedores e outros), o que se deve em parte ao antigo costume de seus antepassados, que era participar de brigas com touros e outros animais.

Também não se dá muito bem com pessoas estranhas. Mas entenda: isso não significa que se seu amigo levar um cão para sua casa seu Bull Terrier irá devorá-lo. Com respeito ao espaço do animal e muita calma, se estabelecerá uma relação saudável entre eles.

Não são cães muito inteligentes, e são difíceis de serem adestrados.

A dica é começar o adestramento desde filhote, para que este seja mais efetivo e duradouro. Pode parecer estranho dizer que esta raça não é um bom cão de guarda, pois até aqui lê-se várias vezes que ele é um cão de briga.

Perceba que há gerações esses cães não brigam mais. Por esse motivo, ele não é perigoso, nem para o dono, nem para uma possível ameaça.

Mais características da raça

Se você pensa em adquirir essa raça, terá que desembolsar um bom dinheiro.

O preço de um filhote está dentro da faixa de 2500 reais, podendo chegar até a bagatela de 5000 reais.

No ato da compra, alguns cuidados devem ser tomados.

Exija o documento de identificação do animal, para que se confirme as informações que o vendedor deu a você.

Além disso, procure comprar o cachorro pessoalmente e não pela internet. Ao visitar o canil, você pode checar as condições dos animais no local.

Outra dica importante: não compre os animais Bull Terriers Miniaturas.

Isso porquê os cruzamentos para originar exemplares tão pequenos acabam fazendo surgir problemas graves de saúde no animal miniatura, como disfunções renais, cardíacas e desgaste da retina.

É um animal dócil e fiel ao dono, que muitas vezes é vítima de preconceito ao ser considerado um animal totalmente agressivo.

Gosta de brincar, mas não se dá tão bem com animais e pessoas estranhas.

Clique aqui agora para ver o filhote de Bulldog alemão, americano, campeiro e francês

diminuidor